Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle

Che Guevara é homenageado

October 10, 2017

 

As celebrações em homenagem ao meio século da morte de Ernesto "Che" Guevara, que começaram neste domingo (8) em Cuba, continuaram na segunda-feira (9), data do assassinato do guerrilheiro na selva boliviana, em 1967. Milhares de pessoas se reuniram junto às lideranças da esquerda na cidade boliviana de Vallegrande para reverenciar a memória do mito sulamericano.

 

A cerimônia do fim de semana foi realizada no mausoléu que abriga os restos mortais de Che, na cidade de Santa Clara, região central do país. No mesmo local, o revolucionário ganhou uma batalha decisiva contra as tropas do ditador Fulgencio Batista, em 1967.

 

O ato político contou com a presença do presidente Raúl Castro. Ele não discursou mas foi vestido de uniforme militar e depositou uma rosa branca sobre o mausoléu, num gesto simbólico. Já o primeiro vice-presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, descreveu Che como um "modelo de homem altruísta" e "excepcional revolucionário".

 

Ernesto "Che" Guevara, foi uma figura emblemática da Revolução Cubana, assassinado em 9 de outubro de 1967 pela CIA, o serviço de inteligência do governo dos Estados Unidos, depois de ser ferido em batalha. 

 

As homenagens a Che também estão acontecendo na Bolívia, no vilarejo de La Higuera, onde o guerrilheiro foi executado. Os quatro filhos de Che - Aleida, Celia, Camilo e Ernesto formaram uma comitiva para participar das celebrações no país. Eles partiram de Cuba no último sábado (7).

 

O comandante Ramiro Valdés, que era próximo a Che em sua campanha militar em Cuba lidera a comitiva. Também compõe o grupo dois militares cubanos sobreviventes da guerrilha boliviana, assim como o presidente da Bolívia Evo Morales, o presidente do Equado, Lenín Moreno, e a ex-presidente da Argentina, Cristina Kirchner.

 

No domingo (8), a comitiva percorreu em marcha as trilhas que a guerrilha de Che realizou antes de sua captura.

 

Foto: Estátua de Ernesto Che Guevara em La Higuera, na Bolívia, local onde foi executado / Reprodução

Fonte: Brasil de Fato

Please reload

Leia também:
Please reload