Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

  • Da redação

Torcedores com arma e drogas


A Polícia Militar (PM) prendeu, na noite de sábado (8), um grupo de torcedores do Vasco, antes do jogo do clube com o Flamengo, no Maracanã. De acordo com a PM, os policiais apreenderam uma pistola 9 milímetros, dois carregadores, dez pinos de cocaína e dois tabletes de maconha com os torcedores.

São 59 integrantes da torcida Força Jovem do Vasco, sendo 54 maiores de idade e cinco adolescentes. O grupo, que está banido pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) de comparecer a estádios por envolvimento em outros episódios de violência, foi preso após atacar torcedores do Flamengo que estavam entrando no estádio.

Os torcedores do Vasco foram levados para o Juizado Especial Criminal (Jecrim) e depois levados para a Cidade da Polícia, onde foram autuados e deverão ser encaminhados ao sistema prisional.

Em nota, a PM informou que os vascaínos foram autuados por formação de quadrilha, corrupção de menores e também no Código 41b do Estatuto do Torcedor, que diz respeito a promover tumulto, praticar ou incitar a violência, ou invadir local restrito aos competidores em eventos esportivos.

“Vamos continuar trabalhando na prevenção e efetuando a prisão daqueles que insistem em cometer atos de violência, mas precisamos efetivamente questionar até quando pessoas vão se comportar dessa forma em eventos de futebol. A segurança pública vem cumprindo seu papel”, afirmou o comandante do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe), major Silvio Luiz.

Fonte: Agência Brasil

#guerradetorcidas

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso