Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Castigado novamente


Domina, cria, finaliza, mas nada de bola na rede. Só do outro lado. O Flamengo perdeu ontem para o Atlético-PR, por 2x1, na Arena da Baixada, em Curitiba, em partida que o Rubro-Negro carioca desperdiçou muitas chances e viu os donos da casa serem mais eficientes. Thiago Heleno, contando com falha de Alex Muralha, e Felipe Gedoz marcaram a favor dos paranaenses. No fim, Willian Arão descontou. Com o resultado, o Atlético-PR assume a liderança do Grupo 4 da Libertadores com sete pontos e o Flamengo caiu para a segunda posição, com seis pontos. Ambos podem garantir a classificação na próxima rodada se vencerem seus jogos.

Logo na primeira finalização da partida: bola na trave. Nikão incendiou o estádio após chutar forte e a bola carimbar a trave de Muralha. Princípio de pressão atleticana? Que nada. O Flamengo se recuperou e equilibrou o jogo. Com o desfalque de última hora de Everton, Trauco foi adiantado e Renê foi escalado na lateral esquerda. A grande oportunidade do Fla no primeiro tempo foi com Guerrero. O peruano recebeu, limpou Thiago Heleno e bateu para fora passando rente à trave de Weverton. O primeiro gol dos mandantes saiu aos 35. Bola na área do Flamengo, Thiago Heleno subiu, cabeceou e a bola foi lentamente encobrindo Muralha, que falhou no lance. Atlético-PR 1x0 Flamengo.

Naturalmente, o Flamengo foi para cima na segunda etapa. E aí o festival de gols e chances perdidas começou. Leandro Damião perdeu duas ótimas chances e que poderia ter resultado na virada do Fla naquele momento. Gabriel, livre, furou bisonhamente após receber lançamento na grande área e desperdiçou mais uma oportunidade. A bola pune e o Furacão não teve piedade. Em boa jogada de contra-ataque, a bola sobrou para Felipe Gedoz sacramentar a vitória: 2x0. Aos 44, Mancuello cobrou escanteio e Willian Arão ainda descontou para o Fla, mas não foi o suficiente. Em mais um jogo do Flamengo fora de casa na Libertadores, o "quem não faz, leva" prevaleceu mais uma vez.

Na próxima rodada, o Flamengo recebe a Universidad Católica, na quarta, no Maracanã. E o Atlético-PR recebe o San Lorenzo, na Arena da Baixada. Os dois jogos no mesmo horário, às 21h45. Em caso de vitória dos rubro-negros, classificação garantida.

#Flamengo #AtléticoPR #Libertadores

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso