Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Comércio noturno regulamentado


Quem nunca comprou água e biscoito na volta do trabalho ou na ida dele, no caso dos trabalhadores e das trabalhadoras que começam a jornada ainda na madrugada? O comércio ambulante noturno está em todas as regiões da cidade. E após uma espera de quatro anos, a Câmara Municipal de Niterói aprovou, em segunda discussão, por 21 votos favoráveis, o Projeto de Lei nº 253/2013, de iniciativa do vereador Leonardo Giordano (PCdoB), que regulamenta o comércio desenvolvido no período das 18h às 5h, horário liberado em razão do fechamento do comércio regular.

Para o vereador Giordano, a aprovação do projeto, que segue agora para a sanção do prefeito, será um importante marco na cidade em termos de garantir, por legislação, a separação entre comércio ambulante noturno e diurno, permitindo que aquele tenha edital próprio com regularização, cumprindo normas.

"Esse é um projeto importante que, segundo o secretário de ordem pública de Niterói, é aguardado pra que se legitime um edital de regulação do comércio ambulante noturno na cidade, que vai ajudar na geração de emprego, ocupação das ruas e oferta de serviços e produtos à população. Além de ajudar, residualmente, na questão do combate à insegurança com a ocupação de trabalhadores e trabalhadoras".

O Projeto foi submetido a uma ampla discussão, com audiências públicas na Câmara e nas praças, que envolveu diversas representações de camelôs, como o Fábio Luiz Campos, presidente da Associação Assistencial do Comércio Ambulante do Município de Niterói (Acanit). Para ele, a aprovação do projeto é muito importante não só para quem frequenta a cidade, mas para os próprios ambulantes.

"Nós temos ambulantes tradicionais na cidade que trabalham há mais de 15, 20 anos e que não estão regularizados por falta de uma legislação que contemple a categoria. Eles, muitas vezes sofrem com apreensão de mercadorias e são impedidos de trabalhar. Além de gerar renda pros trabalhadores nesse momento de crise, a regulamentação vai contribuir com a sensação de segurança porque as calçadas estarão ocupadas durante a noite".

#Comércionoturno #Ambulantes #Camelôs #LeonardoGiordano

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle