Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

  • Matheus Sousa

ABI, FENAJ e Waldeck saem em defesa de Auler


No fim do ano passado, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu por manter a proibição a duas reportagens do blog do jornalista Marcelo Auler, ambas relacionadas ​à operação Lava Jato. Com a ​sentença​, entidades de classe estão se manifestando a favor do jornalista, considerado o caso de evidente censura à imprensa​. ​A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ​)​, a ​Associação Brasileira de Imprensa (​ABI​)​ e o Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio​ de Janeiro demonstraram “preocupação” em relação ao caso​.

​”​Ao rejeitar a Reclamação nº 28.747, o ministro Alexandre de Moraes ressuscitou a censura no âmbito do STF. Atropelou, assim, decisões anteriores que sustentam que a Constituição Federal, ao estipular o direito da sociedade ser informada, não compactua com qualquer ataque à liberdade de expressão e de informação​”, destaca a nota do Sindicato​.​ ​A Fenaj e o sindicato frisaram que “não abrem mão do dever de defender o bom jornalismo que, acima de tudo, é um direito do cidadão​”​.​​

Também em defesa da liberdade de imprensa, o deputado estadual Waldeck Carneiro se posicionou a respeito da censura e criticou a concentração do poder de informação pelos grandes veículos de comunicação do país. "Essa censura revela mais uma página desse momento crítico que vive o Brasil com restrições cada vez maiores. Vários dos pilares do chamado Estado democrático de Direito estão sendo pulverizados, entre eles a liberdade de imprensa. O controle oligopolizado dos grandes veículos da mídia no Brasil também interfere, porque a liberdade de imprensa não é só enfrentar e combater a censura. É preciso denunciar a liberdade de imprensa também quando falta a pluralidade de informações, de editoriais e de ideias para que o leitor, ouvinte ou telespectador possa formar o seu juízo e a sua consciência. Toda a minha solidariedade ao jornalista e minha indignação à essa censura imposta pelo ministro Alexandre de Moraes", comenta.

#ministroAlexandredeMoraes #jornalistaMarceloAuler #censuraàimprensa #FederaçãoNacionaldosJornalistasFENAJ #AssociaçãoBrasileiradeImprensa #SindicatodosJornalistasdoMunicípiodoRiode #deputadoestadualWaldeckCarneiro

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso