Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Advogado do clã Bolsonaro é investigado pelo MPF do Rio


Frederick Wassef, advogado da família Bolsonaro (Reprodução)

O Ministério Público Federal do Rio de Janero (MPF-RJ) investiga o escritório de advocacia Wassef & Sonnenburg Sociedade de Advogados e o próprio advogado do clã Bolsonaro, Frederick Wassef, por suspeita de corrupção ativa e passiva, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. As investigações foram iniciadas há um mês a partir de informações de um relatório do Coaf (Conselho do Controle de Atividades Financeiras) encaminhadas pelo jornal O Globo ao MPF-RJ e à Polícia Federal.

O escritório de Frederick Wassef, segundo o documento, recebeu mais de R$ 20 milhões no período de 2015 a 2020, sendo um depósito de R$ 9 milhões da JBS, conforme revelação na semana passada pela revista Crusoé.

O relatório aponta ainda que a conta do escritório foi abastecida em R$ 2,1 milhões pela Computsoftware Informática, empresa que vendeu uma Land Rover para o presidente Jair Bolsonaro em 2015.

A Computsoftware Informática pertenceu a Maria Cristina Boner Leo até pouco tempo atrás. Maria Cristina é uma das sócias, juntamente com Bruna Boner Leo Silva - ambas são investigadas -, da empresa Globalweb, holding que possui contratos com o governo federal e teve uma multa de R$ 27 milhões, aplicada em 2014, suspensa pelo governo em 15 de março do ano passado. Segundo o portal Uol, a holding obteve novos contratos em um total de R$ 53 milhões durante o governo de Jair Bolsonaro. Também sob Bolsonaro, a empresa obteve dois aditivos em um contrato questionado pela Controladoria-Geral da União no valor de R$ 37,4 milhões.

De acordo com revelação do Globo, o advogado Frederick Wassef, que começou a atuar na representação da família Bolsonaro no final de 2018, recebeu R$ 2,3 milhões de Bruna Boner Leo Silva, entre dezembro de 2018 e maio de 2020. Bruna é filha de Maria Cristina, ex-mulher de Wassef. Wassef é o proprietário do sítio, em Atibaia, interior de São Paulo, onde Fabrício Queiroz foi localizado ao ser preso pela polícia em 18 de junho. Queiroz, juntamente com a mulher, Márcia Aguiar, e o senador Flávio Bolsonaro, responde a processo no caso das rachadinhas, por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. As investigações em curso no MPF-RJ não têm ligação com o caso da rachadinha no gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj.

R$ 276 mil para outro advogado de Bolsonaro

Dados do relatório do Coaf indicam também um pagamento no valor de R$ 276 mil por parte do ex-advogado da família Bolsonaro, Wassef, ao também advogado Arnaldo Faivro Busato Filho, que defendeu Jair Bolsonaro em 2017 em ações penais por apologia ao estupro e injúria, movidas com base em declarações feitas por ele contra a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS).

O relatório mostra que a verba foi enviada entre 2015 e 2020, sem especificar a data. Busato disse não ter cobrado honorários pelos serviços prestados ao então deputado federal Jair Bolsonaro e afirmou que o valor se trata de pagamentos referentes a atuação em um inquérito no qual trabalhava ao lado de Wassef em tramitação no Maranhão.


Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle