Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Amazônia ameaça Mercosul-UE, e Mourão fala da Argentina


vice-presidente Hamilton Mourão (Fotos Públicas)

O acordo comercial entre a União Europeia (UE) e o Mercosul – formado por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai – parece estar começando a fazer água, afirmou o vice-presidente brasileiro Hamilton Mourão nesta quinta-feira (27).

Durante uma transmissão ao vivo, organizada pela Federação das Câmaras de Comércio Estrangeiras, Mourão citou vários problemas relacionados com a Argentina ao falar sobre o documento firmado no ano passado.

"Esses problemas surgem num momento em que o grande esforço que foi feito no ano passado na articulação daquele acordo Mercosul-UE parece estar começando a fazer água", afirmou Mourão, usando um termo que significa "afundar".

Sobre a Argentina, Mourão falou do aumento dos casos de Covid-19 para lembrar que aquele país chegou pela primeira vez a mais de 10 mil novos casos em 24 horas - com 276 mortes - na quarta-feira (26). E falou também da demora do governo argentino em permitir a entrada de produtos brasileiros e a crise da dívida do país vizinho.

O acordo entre UE e Mercosul foi firmado em junho do ano passado após quase 20 anos de negociações, mas para que entre em vigor é necessário o ajuste jurídico e técnico dos textos e a ratificação nos parlamentos dos países membros do Mercosul, o Parlamento Europeu e os 28 Estados da UE.

Representantes da Irlanda, França e Holanda já se manifestaram contra a ratificação do acordo por problemas de preservação da Amazônia no Brasil, e na semana passada a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse ter "sérias dúvidas" de que o acordo possa entrar em vigor, devido ao aumento do desmatamento na Floresta brasileira.

Sobre o aumento do desmatamento da Amazônia no atual governo, Mourão não teceu comentários aprofundados na mesma transmissão ao vivo.

Mourão também sugeriu que o Itamaraty e o Ministério da Economia brasileiro criassem um grupo de trabalho para acompanhar o andamento do acordo.

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle