Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Após golear na estreia, Brasil encara Peru 'mais forte'


Seleção Brasileira treina para o jogo contra o Peru. Sem treino em Lima, pela Covid-19 (Lucas Figueiredo/CBF)

“Solidez, regularidade, consistência”, mas sabendo acima de tudo que o Brasil vai enfrentar "um adversário mais forte em circunstância mais forte" do que foi a partida contra a Bolívia. As palavras são de Tite, que conversou com os jornalistas nesta segunda-feira (12), antes do embarque da equipe esta tarde para Lima, onde enfrentará o Peru pela segunda rodada das Eliminatórias para a Copa de 2022 (Catar) nesta terça-feira, às 21h (horário de Brasília). Após golear a Bolívia por 5 a 0, a expectativa do treinador, que completará 50 jogos, passa por mais uma atuação de alto nível da seleção, independente de marcas pessoais.

A escalação não foi revelada, mas a base que jogou na última sexta, na Arena do Corinthians, deve ser mantida. Mudança certa é que a braçadeira de capitão vai para o zagueiro Thiago Silva.

“Não estou pensando muito nos 50 jogos, penso numa ideia de futebol e que a equipe jogue muito. Que tenha a consciência que tem que criar e fazer gol, ser dura e dificultar ao máximo o adversário, se possível não tomar gol e que traduza isso em vitórias”, analisou Tite, que tem 35 vitórias, 10 empates e apenas quatro derrotas à frente da Seleção, uma delas contra o adversário desta terça em uma partida amistosa, em setembro de 2019. “O desafio é diferente, com uma equipe de nível técnico superior, físico superior, e um desafio para nós: buscar repetir um padrão. Talvez não com a mesma força técnica. Vamos enfrentar um adversário mais forte em circunstâncias mais fortes”, enfatizou o treinador.

Neymar e Thiago Silva

Quem também está perto de uma marca histórica é Neymar. O atual camisa 10 do Brasil tem 61 gols e pode alcançar Ronaldo Fenômeno, se fizer mais um, no hall dos artilheiros, onde Pelé reina com 77 em 92 partidas segundo estatísticas da Fifa. “Tenho certeza de que se aparecer outro em condições melhores ele vai dar a bola. Objetivos individuais, quando agregam a equipe, são bons. Não é pecado fazer gol, não é pecado chegar numa marca”, explicou Tite, destacando que o atacante treinou normalmente nesta segunda, na última atividade da seleção no CT Joaquim Grava, sem apresentar nenhum problema físico.

O rodízio da função de capitão segue firme. Após Casemiro, a vez agora, diante do Peru, pertence a Thiago Silva. Tite explicou que há muitas lideranças no grupo e que ainda não há nenhuma definição sobre se ter um capitão fixo. Sobre a possibilidade de o zagueiro de 36 anos estar na Copa, o técnico elogiou o atleta, que trocou recentemente o PSG (França) pelo Chelsea (Inglaterra). “Jogando em alto nível, o lado humano, os valores morais que têm o credenciam a isso. O que vai dizer onde ele vai, o tempo, é o desempenho”.

Coronavírus

Apesar de ser um assunto evitado, a alta incidência de infecções pelo novo coronavírus no Peru também preocupa, tanto que alterou os planos da seleção. A comissão técnica consultou o departamento médico e decidiu não realizar nenhum treinamento em gramado peruano.

"Nós conversamos com os médicos, lembro perfeitamente, e a pergunta foi: a orientação médica, qual é? Quanto menos tempo for, e não tiver o trabalho técnico e tático lá [no Peru] é melhor. Então assim vamos fazer. A prioridade é a saúde e na sequência vêm o trabalho e futebol", afirmou Tite, e prosseguiu: "Nós seguimos aquilo que prevê o protocolo médico com o máximo rigor possível. Eu sei que não existe segurança total, mas o máximo que pudermos fazer nós vamos fazer".

Na sexta-feira, o governo peruano decidiu não autorizar o pedido da Federação Peruana de Futebol (FPF) para que a partida fosse realizada com presença de torcida. O país, com cerca de 32 milhões de habitantes, lidera o ranking de mortalidade de Covid-19 entre os 20 países mais afetados pela doença no mundo, com média superior a 87 mortes por 100 mil habitantes. Em números absolutos, o Peru registra 33.305 óbitos desde o início da pandemia, ocupando o sétimo lugar no ranking mundial da Covid-19 no painel da Universidade de Johns Hopkins.


Com informações da Agência Brasil

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle