Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Bolsonaro é a maior ameaça ao combate à Covid-19


Atos de Bolsonaro contra o isolamento social são alvo de severas críticas da influente revista (Agência Brasil)

Uma das revistas de ciência médica mais importantes e influentes do mundo, a Lancet, afirmou em editorial que “a maior ameaça à resposta do Brasil à COVID-19 é o seu presidente, Jair Bolsonaro”. A publicação intitulada “Covid-19 no Brasil: E daí?” dedica todo o espaço aos atos praticados pelo presidente brasileiro contra o isolamento social. A crítica, considerada por alguns um atestado mórbido ao Brasil de Bolsonaro, foi parar nas páginas dos principais jornais do Brasil e do mundo, nesta sexta-feira (8). Neste sábado (9), contrariando as orientações da ciência e de seu Ministério da Saúde, Bolsonaro vai promover um churrasco no Palácio da Alvorada.

"Neste momento, cidades grandes como São Paulo e o Rio de Janeiro são os principais focos, mas há sinais de que a infecção está se deslocando para o interior dos Estados, onde estão localizadas cidades menores, sem provisões adequadas de leitos com cuidados intensivos e ventiladores. Ainda assim, talvez a maior ameaça à resposta à COVID-19 para o Brasil seja o seu presidente Jair Bolsonaro", escreveu a Lancet em seu editorial..

A publicação científica criticou o "E daí?", dito por Bolsonaro ao ser perguntado na terça-feira da semana passada por jornalistas sobre o fato de o Brasil ter superado a China em número de mortes provocadas pela COVID-19.

A Lancet expõe o fracasso do governo brasileiro em reduzir o ritmo do avanço do novo coronavírus. Para a revista, Bolsonaro "continua semeando confusão, desprezando e desencorajando abertamente as sensatas medidas de distanciamento físico e confinamento introduzidas por governadores dos estados e prefeitos das cidades".

A revista chamou de "desorganização" e “com conseqüências fatais” a troca do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, demitido por Bolsonaro e do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, que pediu demissão da Justiça e, ao sair, fez acusações contra o presidente.

"Esta desorganização no centro da administração do governo é não só uma distração com consequências fatais no meio de uma situação de emergência de saúde pública, mas também um forte sinal de que a liderança no Brasil perdeu o seu compasso moral, se é que alguma vez teve um", escreveram.

A revista também disse que Bolsonaro precisa mudar o rumo da condução da pandemia ou terá que sair do governo.

"O Brasil como país deve unir-se para dar uma resposta clara ao 'E daí?' do presidente. Bolsonaro precisa mudar drasticamente o seu rumo ou terá de ser o próximo a sair", finalizou a revista.


Com Sputnik Brasil

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle