Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Cremerj defende lógica de flexibilização do isolamento


(Renan Lucio/Sputnik)

As medidas de flexibilização do isolamento social em meio à pandemia da Covid-19 têm sido tomadas de acordo com critérios sanitários lógicos, acredita o presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro.

Nesta sexta-feira (17), a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que o surto do novo coronavírus teria atingido o "platô" no Brasil, uma estabilidade nos novos casos de pessoas infectadas pela Covid-19, mesmo isso não indicando uma tendência de diminuição no número de novas contaminações.

​No final do mês passado, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) previu que se as medidas de contenção do vírus recomendadas pela OMS não fossem obedecidas, a América Latina poderia chegar a 438 mil mortes causadas pela Covid-19 até outubro, com o Brasil atingindo o pico da pandemia no mês de agosto.

Dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) indicam que o país chegou hoje (17) a 2.046.328 casos confirmados do novo coronavírus, com pelo menos 77.851 óbitos provocados pela Covid-19. Segundo um levantamento feito por um consórcio de veículos de imprensa criado para apurar a evolução do surto no país, a média de mortes vem no Distrito Federal e em nove estados, principalmente no Sul e no Centro-Oeste.

Para o médico Walter Palis Ventura, presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj), é muito complicado se falar em um pico nacional no caso do Brasil, dada a extensão de seu território e as peculiaridades do avanço do coronavírus nos diferentes estados. Em entrevista à Sputnik Brasil, ele afirma que o melhor seria tratar dessa questão em termos regionais, e não nacional.

"Esse pico já foi anunciado para abril, para maio, o que varia dependendo do estado. Um estado mais populoso fazendo um pico, é evidente que ele impacta nessa curva pior do que um estado menos populoso. Então, a análise, infelizmente, tem que ser uma coisa regional, e, muitas vezes, até local", explica.

"Não é uma liberação desenfreada"

Ao contrário de muitos dos seus colegas, Ventura acredita que as estratégias de reabertura da economia adotadas no Rio e em outras partes do Brasil estão de acordo com as preocupações sanitárias, levando em consideração o estágio atual de contaminações e de leitos ocupados nos hospitais, com programas de liberação periódica.

"Então, não é uma liberação desenfreada e precipitada a meu ver. Ela tem uma lógica, e uma lógica baseada em critérios de saúde, critérios epidemiológicos, que, uma vez cumpridos esses critérios, permitem determinadas atividades à volta."

O presidente do CREMERJ destaca a importância da realização do maior número de testes possíveis e da atenção básica nos esforços de combate à pandemia da Covid-19, principalmente quando consideramos que muitos casos da doença não apresentam ou apresentam poucos sintomas.

"Saúde básica, a gente tem que ser um otimista e a gente tem que estimular porque ela é a porta de entrada do cidadão no sistema de saúde público."


Fonte: Agência Sputnik

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle