Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Desembargador suspende decisão que tirava Podemos de Jordy


Jordy, que havia lançado Antônio Rayol pelo Podemos, como linha auxiliar, recupera parte de seu espaço político

Em decisão proferida nesta quinta-feira (24), o desembargador Gilberto Campista Guarino, do Tribunal de Justiça, em apelação feita pelo Diretório Municipal do Podemos, concedeu efeito suspensivo à decisão do último dia 9 da juíza Flavia de Almeida Viveiros de Castro, da 6a Vara Cível do Rio de Janeiro, que havia reconduzido a antiga comissão provisório ao comando do partido em Niterói.

Com isso, a legenda volta à esfera de controle do diretório estadual, presidido pelo senador Romário, aliado do grupo bolsonarista de Niterói liderado pelo deputado federal Carlos Jordy (PSL). Sem conseguir legenda no seu próprio partido para disputar a sucessão de Rodrigo Neves, Jordy havia lançado a candidatura do delegado federal aposentado Antônio Rayol, pelo Podemos.

No entanto, uma ação que corria na Justiça desde 2017, movida pelo ex-presidente municipal do Podemos, Aldemar Furtado, cuja executiva havia sido afastada depois que Romário assumiu a direção regional, tornaria nulos todos os atos praticados pelo atual diretório. Apoiado na decisão da 6a Vara Cível, Furtado, sem reconhecer a convenção realizada pelo grupo de Jordy e Rayol, fez a sua própria convenção, deslocando o Podemos do eixo bolsonarista ao se coligar com o PDT, de Axel Grael.

Esta quinta-feira (24), inclusive, era a data limite para a atual direção se afastar, entregando o partido novamente nas mãos de Furtado. Com o efeito suspensivo determinado pelo desembargador Gilberto Campista Guarino, porém, não só os 32 candidatos a vereador, que estavam ficando sem legenda, poderão voltar ao páreo, como o próprio bolsonarismo, que havia ficado sem espaço político na cidade, recupera uma representação através da candidatura de Antônio Rayol.

Aldemar Furtado, porém, garante que irá recorrer da decisão, o que mantém o clima de instabilidade política para os candidatos do Podemos.

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle