Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Diretoria do Flamengo é criticada em carta dos funcionários

Motivação para esse ato se deu após o grande número de demissões ocorridas recentemente no clube


Por Eduardo Gomes


Presidente Rodolfo Landim é criticado por funcionários demitidos do Flamengo

As demissões de diversos funcionários do Clube de Regatas do Flamengo, realizadas desde a última semana, ainda estão dando o que falar. Em um cenário de pandemia, onde muitos desses trabalhadores precisam mais do que nunca do salário que recebiam, várias críticas estão sendo destinadas a diretoria do clube por manter tal posicionamento.

Tal como foi feito por outros clubes brasileiros, era esperado que o Flamengo, que atualmente é a agremiação que mais fatura no país, pudesse apenas optar pela redução dos salários de alguns de seus atletas com maiores vencimentos, de forma que pudesse assim desafogar os gastos mensais da instituição e manter os funcionários que recebem menores salários. Mas, além da diminuição salarial, que ocorrerá nos próximos dois meses, o clube também demitiu vários de seus funcionários como forma de enxugar sua folha salarial mensal. No Rio de Janeiro, já publicamos essa semana que o Botafogo também optou pela demissão de funcionários diversos do clube, buscando diminuir os gastos durante a pandemia.

Em carta enviada ao jornalista Jorge Nicola, os funcionários demitidos do Flamengo explicitaram esse posicionamento e a insatisfação com a direção do clube. Veja a carta na íntegra abaixo:

Neste momento de pandemia, neste momento que estamos vivendo uma crise, depois de anos e anos dedicando trabalho e amor ao nosso clube, o que recebemos em troca? Somos demitidos de forma cruel e sem perspectiva de trabalho. A maioria de nós recebe salários que temos até vergonha de falar, pois é importante que todos saibam o quanto o CR do Flamengo remunera mal seus funcionários, para que os gerentes, supervisores, diretores e Ceo tenham bônus até fora da realidade do mercado.
É só olhar nos últimos balanços e ver o quanto estas pessoas ganham de bônus. Essa diretoria é desumana. O presidente e o presidente adjunto não têm nenhuma sensibilidade humana. Falamos do Landim, presidente eleito, e do sr. Bap, que é quem comanda o clube, vide o caso dos “Meninos do Ninho”. As famílias até hoje imploram que o clube faça a sua parte e esta dupla sem dó nem piedade não dá a mínima para elas.
Olha o caso da premiação dos títulos do Brasileiro e da Libertadores. O pessoal que trabalha ou trabalhava no futebol tinha uma participação importante. Muitos poderiam pagar suas contas, ter um fim de ano melhor, proporcionar às suas famílias um Natal digno… O que foi feito? Cortaram sem dó nem piedade a base de 80% do prêmio para os humildes funcionários, pois para os grandes todos receberam sua premiação integral.
Agora, neste momento de pandemia, poderiam falar com os atletas e eles com sua condição financeira melhor que as nossas poderiam contribuir pra atingir o objetivo da economia. Não, manda os que ganham menos para rua. Este é o Flamengo bem no campo de jogo com atletas comprometidos e um treinador competente, humano e educado com todos os funcionários, mas uma diretoria formada por insensatos como jamais houve na história do clube.

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle