Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Doleiro dos doleiros faz acordo de delação por R$ 1 bi


Dario Messer usava identidade falsa quando foi preso em julho do ano passado (Reprodução)

Conhecido como "doleiro dos doleiros" do Brasil, Dario Messer fechou acordo de delação premiada e devolverá R$ 1 bilhão aos cofres públicos como parte da negociação com a Justiça.

A delação foi homologada na quarta-feira (12) no Rio de Janeiro pelos juízes Alexandre Libonati e Marcelo Bretas, da 2ª e da 7ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), respectivamente, e envolve cumprimento de pena de até 18 anos e 9 meses de prisão, com progressão de regime.

Messer é velho conhecido da Justiça e foi alvo da "Operação Câmbio, Desligo", realizada como desdobramento da Lava Jato.

Um doleiro negocia moeda estrangeira do câmbio paralelo, o que é ilegal pois passa ao largo das instituições bancárias e não é uma atividade devidamente regulada e taxada. Além disso, é comum que um doleiro seja acionado para lavagem de dinheiro.

Dario Messer é acusado de operar um sistema ilegal de câmbio em 52 países com cerca de três mil empresas de paraísos fiscais como clientes. O doleiro foi preso em julho de 2019 após 15 meses foragido.

Messer não será o primeiro a realizar um acordo de delação dessa natureza. Anteriormente, investigados da Lava Jato pagaram milhões de reais em multas para efetivar acordos, porém os valores foram muito abaixo do negociado por Messer. Marcelo Odebrecht, por exemplo, devolveu R$ 143 milhões, enquanto o doleiro Lúcio Funaro pagou R$ 45 milhões e Antonio Palloci devolveu R$ 37,5 milhões.

Entre os bens do doleiro estão imóveis de alto padrão e valores no Brasil e no exterior, além de obras de arte e um patrimônio no Paraguai ligado a atividades agropecuárias e imobiliárias, que deverão fundamentar um pedido de cooperação com as autoridades paraguaias para sua partilha com o Brasil.

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle