Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Feder: outro ministro que foi sem ser


O presidente Jair Bolsonaro desistiu de nomear o empresário Renato Feder para o Ministério da Educação e procura outros nomes para a pasta. A desistência veio após constatar resistência ao nome do empresário entre seus apoiadores. Feder, no entanto, publicou em rede social neste domingo (5) que não aceitou o convite do presidente.

"Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro, por quem tenho grande apreço, mas declino do convite recebido. Sigo com o projeto no Paraná, desejo sorte ao presidente e uma boa gestão no Ministério da Educação”, publicou no Twitter.

O nome de Feder, de 42 anos, que atua como secretário da Educação no Paraná, circulou no Planalto como possível ministro desde a demissão de Abraham Weintraub da pasta. Anteriormente, ele foi preterido pelo nome de Carlos Alberto Decotelli, 70, por sua idade.

Na quinta-feira (2), Feder recebeu uma ligação de Bolsonaro convidando o empresário para uma visita a Brasília na segunda-feira (6), o que foi apontado como mais do que um sinal de que ele seria nomeado ministro. Feder atua no ramo da área de tecnologia e sofreu resistência, tanto da ala mais conservadora do governo quanto a do campo ideológico comandada pelo guru Olavo de Carvalho, a quem Bolsonaro e os filhos seguem com rara fidelidade.

Após o anúncio do nome de Feder, diversas notícias sobre ele começaram a circular na imprensa. Além de defender a tese disparatada de privatização total do ensino, do fundamental até o universitário, houve ainda a denúncia de que sua empresa, a Multilaser, foi investigada pelo Ministério Público por crime de descaminho.

À direita

Um nome que aparece como indicado pela ala militar é o do coronel do Exército, José Gobbo Ferreira, bacharel em Engenharia, pós-graduado em Economia pela Fundação Getúlio Vargas, mestre em Engenharia Mecânica pela Universidade, e doutor em Engenharia Aeroespacial pela Universidade de Poitiers, na França, segundo o blog "Brasil sem medo". Gobbo foi professor da Universidade Federal Fluminense por dois anos e é autor do livro “Dez anos de PT e a desconstrução do Brasil”, lançado em 2013, onde critica os governos do PT e rechaça a política de cotas nas universidades.

A pasta da Educação tem sido uma fonte de polêmicas dentro do governo Bolsonaro desde o início. Já passaram pelo MEC três ministros diferentes desde o início da gestão bolsonarista. O mais recente, Decotelli, não chegou tomar posse, mas foi nomeado e quatro dias depois pediu demissão após serem divulgadas fraudes em seu currículo, ao qual o ex-ministro fez questão de acrescentar o cargo de "ministro da Educação".

Antes dele, Ricardo Vélez Rodríguez e Abraham Weintraub caracterizaram o Ministério da Educação como fonte de conflitos ideológicos no governo. Weintraub, o último a gerir a pasta oficialmente, chegou a ser investigado e interrogado devido a declarações contra o Supremo Tribunal Federal (STF) reveladas em gravação de reunião ministerial. Saiu do país em fuga para os Estados Unidos, segundo ele próprio admitiu, por medo "de prisão".

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle