Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Flordelis: nora diz que foi ameaçada e tem medo

Atualizado: Set 6


A nora Luna e o vereador Misael (à direita) com Flordelis e o pastor Anderson (Reprodução)

Luana Rangel Pimenta é casada com Wagner Pimenta, o vereador Misael, de São Gonçalo, quinto filho adotivo de Flordelis e Anderson. O casal rompeu com a deputada federal um mês após o assassinato do pastor. Luana foi exonerada por Flordelis de seu gabinete após ela e o marido prestarem depoimento importante para que a polícia concluísse que Flordelis foi a mandante do crime. Luana diz que se preocupa com a segurança de sua família e tem medo do que pode acontecer.

"Fomos ameaçados, tentaram nos comprar, hostilizados por defensores dela no Instagram, mas não desistimos. Medo eu tenho. Não vou mentir. Falo com meu marido que ele precisa de um carro blindado. Mas não temos condições para isso agora. É contar com Deus e a justiça dos homens", disse Luana, em entrevista ao jornal Extra.

Luana disse que em momento algum teve dúvida sobre a participação da deputada Flordelis na morte do marido.

"Não havia a menor dúvida de nossa parte. Só aguardamos que a Justiça concluísse o que já sabíamos antes mesmo do crime", diz Luana.

Segundo Luana, em março do ano passado, três meses antes de ser morto a tiros na porta da garagem de casa, em Pendotiba, em Niterói, Anderson já estava preocupado com a possibilidade de ser morto. Ela conta que o pastor procurou o filho e a nora com um tablet nas mãos e uma mensagem. "Ele mostrou para a gente o que estava escrito, era um pedido de morte escrito por alguém da família. Nós desconfiamos e falamos que poderia ser a Flor. Mas ele não acreditava nisso, que ela fosse capaz", contou Luana.

Luana trabalhava na gerência das igrejas Ministério Flordelis, na época, e também como assessora parlamentar da sogra.

Flordelis "se esconde"

Há dias, funcionários da Câmara dos Deputados tentam notificar a deputada em seu gabinete parlamentar e em seu apartamento funcional em Brasília, para prosseguir com o processo de cassação de seu mandato, mas não a encontram. A Câmara optou pelo caminho mais longo para punir Flordelis. Antes que algum partido oferecesse uma representação para o caso ir imediatamente para o Conselho de Ética - caminho mais rápido para a cassação - o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, encaminhou o procedimento através da Mesa da Casa. Assim, a Corregedoria ainda precisa encontrar a deputada para receber sua assinatura e depois sua defesa, e ainda analisar quase 10 mil páginas do processo do assassinato de Anderson. Só após esse trâmite o caso irá para a Mesa, e em seguida, ao Conselho de Ética. A partir daí, o envio ao plenário da Câmara e a votação da cassação.

Na semana passada, Flordelis pediu "pelo amor de Deus" para a bancada feminina salvá-la da cassação, mas não houve resposta. Sua peregrinação agora tem sido junto à bancada evangélica, que também tem se mostrado com pouca fé em relação a sua inocência.

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle