Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

  • Da Redação

Ideb: Niterói tem seu melhor resultado no Fundamental

A cidade de Niterói alcançou em 2019 o seu melhor desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), no segmento 1 do Ensino Fundamental. Do 1º ao 5º ano o índice foi de 5.5, contra 3.9 em 2005, pouco antes da série histórica, que começou em 2007.

Divulgação / Prefeitura de Niterói

Embora Niterói esteja abaixo de outras cidades do Rio de Janeiro — como Miracema, Rio das Ostras, São José de Ubá e Itaocara, os cinco primeiros do ranking nessa faixa de ensino — a prefeitura foi a que mais investiu em educação no estado, de acordo com o Anuário Multicidades 2020.


Entre 2017 e 2019, das 36 escolas do segmento 1 avaliadas pelo Ministério da Educação, 23 aumentaram a média ou mantiveram os indicadores em comparação com o período anterior. As escolas municipais Ernani Moreira Franco, Jacinta Medela e Professora Maria de Lourdes Barbosa Santos, no Fonseca, e Anísio Teixeira, em São Domingos, apresentaram maior crescimento no desempenho de 2017 para 2019.


Já no segmento 2 do fundamental (do 6º ao 9º), das 6 escolas que participaram da avaliação em 2017 e 2019, 4 aumentaram indicadores e 1 manteve o desempenho. As escolas Antineia Silveira Miranda, no Caramujo, Maestro Heitor Villa Lobos, na Ilha da Conceição, e Altivo César, no Barreto, tiveram o maior crescimento na avaliação 2017 para 2019. De 2013 a 2019, a média do Ideb do 6º ao 9º ano subiu de 3.4 para 4.1.


De 2013 a 2019, período administrado pela atual gestão da prefeitura, das 47 escolas avaliadas, 83% (39 unidades) aumentaram o desempenho no Ideb nos anos iniciais do fundamental. Uma escola manteve o índice e outras 4 não tiveram o número mínimo de alunos participando da avaliação em algum dos anos, impossibilitando a comparação.


Desempenho e meta


O IDEB é um indicador bianual de qualidade da educação, que combina resultados de exames padronizados (a Prova Brasil) — aplicados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), ao final das etapas de ensino — com informações sobre rendimento escolar (aprovação).


O índice varia de 0 a 10 e é um instrumento usado pelo ministério da Educação para mensurar a qualidade na educação no Brasil. Os resultados são publicados no ano seguinte à avaliação. Os números de 2019 foram divulgados na semana passada.


A meta da Secretaria Municipal de Educação de Niterói é atingir o índice de 6.1 até 2021. Porém, a pandemia poderá interferir no alcance desse resultado, assim como afetará o desempenho de escolas de todo o país.


Evolução do desempenho de Niterói no Ideb (segmento 1 do Ensino Fundamental):


Ano Índice

2005 3.9

2007 4.4

2009 4.6

2011 4.6

2013 4.7

2015 5.1

2017 5.4


Investimentos


Desde 2013, quando assumiu a Prefeitura, a atual gestão do município construiu 25 novas escolas e realizou reformas em quase todas as unidades da rede. O último Censo Escolar divulgado pelo MEC, em dezembro de 2019, mostra que o número de vagas em período integral tanto para educação infantil quanto para o ensino fundamental foi ampliado.


A rede municipal de ensino, que abrange mais de 26 mil alunos, teve o maior alcance no nível fundamental, que atende crianças do 1º ao 5º ano. A ampliação foi de mais de 15% no número de vagas, evoluindo de 487 alunos, em 2018, para 565, no ano passado. No integral, o aumento foi de quase 4%. As turmas do 6º ao 9º ano tiveram 3,7% de aumento nas matrículas integrais.


Nos últimos anos, o município estruturou um Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), e abriu concurso público para a contratação de novos docentes. Entre ações desenvolvidas para melhorar a aprendizagem dos alunos, estão a capacitação de professores, programas de reforço e aceleração e a implantação de um sistema próprio de avaliação.


Também podem ser destacados projetos de formação em serviço aos professores que atuam no ciclo de alfabetização; investimento na promoção da leitura e formação de leitores; a implantação do Programa de Consolidação das Aprendizagens por meio do qual foram criadas as Classes de Aceleração da Aprendizagem para atendimento aos alunos em situação de distorção idade/ano de escolaridade. A prefeitura também vem buscado parcerias com instituições para o desenvolvimento de ações educativas.


*Com informações da Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói.

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle