Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Moradores de Piratininga reclamam de barulho em galpão


Tranquila e residencial, a Rua Eurico Aragão tem sido conturbada pelo barulho e movimento de atividade industrial

Moradores da Rua Eurico Aragão, em Piratininga, reclamam das instalações de um galpão, próximo à esquina com a Estrada Francisco da Cruz Nunes, que, diariamente, da manhã ao início da noite, usa serra elétrica e outros equipamentos, indicando a operação de uma fábrica, além de emitir poeira e usar produtos químicos, provocando reações alérgicas nas pessoas. O local estaria sendo utilizado para a produção ou reparos de quadriciclos e os veículos são testados na própria rua, que tem caráter exclusivamente residencial.

Outro ponto destacado pelos residentes é o intenso fluxo de caminhões para o galpão, aumentando ainda mais os transtornos na localidade. As operações na instalação, desde sua construção, no início do ano, não pararam nem mesmo durante o isolamento social mais intenso, determinado pela Prefeitura de Niterói.

“Já ligamos para a Prefeitura para que fosse feita uma fiscalização, mas nada acontece. Não é possível que uma fábrica ou algo do gênero tenha autorização para funcionar em uma área residencial”, afirma Maria da Penha Santos, de 46 anos, moradora da região há dez anos.

O barulho provocado pelos equipamentos do galpão está atrapalhando inclusive, ainda de acordo com os moradores, os que estão em quarentena, trabalhando em casa.

“O som de uma serra é realmente muito desagradável e não permite a concentração para quem está trabalhando em casa, seguindo as recomendações das autoridades nessa pandemia. Isso sem contar as reações alérgicas. Desde que esse galpão foi instalado aqui, ainda na fase de obras, minha sinusite não dá descanso. Pensei até que estava com o Covid-19, mas é reação alérgica mesmo”, assegura Antônio Pereira, de 52 anos.

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle