Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Motoboy: "Já dentro do camburão, me eletrocutaram"


O motoboy agredido por policiais militares de São Paulo quando participava de manifestação da classe na terça-feira

O motoboy que foi agredido por policiais militares de São Paulo na terça-feira (14) afirmou que, além de ter sido sufocado durante a ação dos PMs, continuou sendo agredido e até recebeu choques elétricos dentro da viatura. Na delegacia (14a DP), antes de ser liberado, ainda teve de assinar um termo circunstanciado de "resistência". Sua moto foi apreendida.

Após ser liberado, o motoboy gravou o vídeo em que revela que foi ameaçado de morte e foi eletrocutado pelos policiais a caminho da delegacia.

"Mais de 6 policiais me agrediram, me bateram, tacaram spray na minha cara, eu já dentro do camburão me eletrocutaram. Ela (a policial) queria me tratar como prêmio. Queria tirar foto para se gabar que tinha me prendido, eu não deixei, ela falou que ia me matar, um monte de coisa. Olha meu estado”, afirma o entregador, mostrando as marcas da agressão.

Em outro vídeo publicado em rede social, o motoboy chora ao falar da agressão que sofreu. “Eu não tenho estrutura com o que fizeram comigo hoje. Apreenderam minha moto. Não tenho nem o direito de me manifestar mais, e ta aí ó, o abuso da polícia. Eu parado e me agrediram, me ameaçaram de morte e tudo mais”.

O motoboy participava de uma manifestação de entregadores de aplicativo, reivindicando melhores condições de trabalho, quando foi abordado por policiais, que o agrediram com uma gravata enquanto ele gritava “não consigo respirar” – frase eternizada pelo negro norte-americano George Floyd, enquanto era asfixiado por um policial branco, antes de morrer, em Minneapolis, no dia 25 de maio, o que provocou protestos antirracistas em várias partes do mundo.

As imagens da agressão serão analisadas pela Corregedoria da Polícia Militar. Em nota, a secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que o motoboy foi abordado por estar com a placa do veículo encoberta. “Os PMs abordaram. O motociclista ofereceu resistência, sendo contido”, disse, informando ainda que a moto foi apreendida por ele estar com a carteira de habilitação vencida. A Corregedoria da Polícia Militar vai analisar as imagens da agressão para instaurar os procedimentos cabíveis, segundo informou o órgão.

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle