Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

  • Da Redação

Niterói inicia testes da vacina chinesa em voluntários

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com o Instituto Butantan e a Prefeitura de Niterói, iniciou nesta semana os testes clínicos da vacina Coronavac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech. O ensaio clínico de fase 3, coordenado em todo o Brasil pelo Instituto Butantan, de São Paulo, avalia a eficácia e a segurança da vacina contra o novo coronavírus.

Primeiros vountários recebem dose da Coronavac / Douglas Macedo, PMN

O médico infectologista e pesquisador da Fiocruz André Siqueira está coordenando os testes clínicos da vacina em Niterói. O recrutamento e o acompanhamento dos participantes estão sendo realizados na Policlínica Dr. Sérgio Arouca, em parceria com a Fundação Municipal de Saúde de Niterói. A expectativa é recrutar cerca de 850 voluntários.


Além de Rio de Janeiro e São Paulo, também participam do estudo centros de pesquisa de Brasília, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná. No total, 9 mil indivíduos devem participar do estudo no Brasil.


Inscrição de voluntários


A participação é restrita a profissionais de saúde, que atuem diretamente no cuidado de pacientes infectados pela Covid-19 e cumpram os seguintes critérios: ter mais de 18 anos; não ter sido contaminado pelo novo coronavírus previamente; não participar de outros experimentos; não estar grávida ou ter intenção de engravidar nos próximos meses; não apresentar doenças crônicas não-controladas; e ter registro ativo no conselho profissional de seu ofício.


O atendimento é realizado apenas com hora marcada. Os interessados devem enviar e-mail para vacinacovid19vitalbrasil@gmail.com com nome completo, telefone para contato, ocupação e instituição. Vale ressaltar que, posteriormente, será necessário apresentar registro profissional e crachá da instituição na qual trabalha.


Os voluntários passarão por entrevista e avaliações médicas e, caso concordem com os termos do estudo, receberão duas doses da vacina, com 14 dias de intervalo. Todos serão monitorados pela equipe de pesquisa por um ano para avaliação dos resultados de eficácia, bem como para verificar a existência ou não de possíveis reações adversas.


“Seguimos uma legislação de pesquisa clínica rigorosa, que assegura todos os direitos e a segurança dos participantes. Essas pessoas estão contribuindo para o avanço do conhecimento científico, com a perspectiva de que tenhamos uma vacina que possa ser aplicada ao público de forma ampla”, explica Siqueira.


Todas as dúvidas dos interessados em participar do estudo serão esclarecidas durante a entrevista presencial.


Parceria com Niterói


A Fiocruz desenvolve diversos projetos de pesquisa em parceria com o município. Para André Siqueira, esse tipo de parceria entre instituições de pesquisa e órgãos de gestão, como a Fundação Municipal de Saúde de Niterói são essenciais para o avanço das pesquisas.


“Nós avançamos melhor quando unimos a ciência com a gestão dos serviços públicos. Assim conseguimos fornecer ferramentas e insumos para a melhoria da vida da população”, observa o pesquisador.

Profissionais de saúde serão os primeiros no teste / Douglas Macedo, PMN

Esta é a primeira testagem de vacina contra a Covid-19 no estado do Rio. Niterói é a única cidade a participar do estudo, que tem outros 11 centros distribuídos pelo País. A CoronaVac será testada em nove mil voluntários no Brasil e destes, cerca de 850 serão da cidade. Os primeiros profissionais de saúde voluntários já receberam a dose da vacina.


“Niterói está na vanguarda, participando desse esforço da comunidade científica para a descoberta de uma vacina eficaz e segura contra a Covid-19. Hoje Niterói tem a menor taxa de letalidade da região metropolitana, menor taxa de ocupação de leitos e a pandemia sob controle”, ressalta o prefeito Rodrigo Neves.


“Participar desse projeto é muito gratificante para o município, que está contribuindo para o avanço científico. Desde o início da pandemia Niterói tomou medidas importantes de combate ao novo coronavírus. Acreditamos que em breve teremos bons resultados da pesquisa”, afirma o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira.


Uma das voluntárias em Niterói, a médica geriatra Marcelle Bastos trabalha na rede privada na cidade.


“Fiz o teste rápido de Covid-19, o PCR e o exame de sangue e recebi a primeira dose da vacina. Vou passar por um acompanhamento para verificar a eficácia da vacina. Espero poder ajudar a população que está precisando muito dessa vacina. A expectativa é que que ela seja segura e eficaz”, explica.


O anestesista Raphael Bastos também é voluntário do estudo. Ele recebeu a primeira dose da imunização.


“Acho muito importante contribuir para esse avanço da ciência. Agradeço à Prefeitura, à Fiocruz e ao Butantan pela iniciativa que pode salvar milhares de vidas. É a chance de erradicar essa moléstia”, disse.

Divulgação / Sinovac Biotech

De acordo com o Instituto Butantan, a vacina contra o coronavírus desenvolvida pela Sinovac é uma das mais promissoras porque utiliza tecnologia já conhecida e amplamente aplicada em outras vacinas. O laboratório já realizou testes do produto em cerca de mil voluntários nas fases 1 e 2. Antes, o modelo experimental aplicado em macacos apresentou resultados expressivos em termos de resposta imune contra as proteínas do vírus.


Caso a vacina seja aprovada, a Sinovac e o Butantan vão firmar acordo de transferência de tecnologia para produção em escala industrial para fornecimento gratuito ao Sistema Único de Saúde (SUS).


*Com informações da Fiocruz e da Prefeitura Municipal de Niterói (PMN).

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle