Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

  • Da Redação

PF paga R$ 49 milhões por serviço que Inpe faz de graça

A Polícia Federal assinou nesta segunda-feira (31/8) um contrato de R$ 49 milhões com a empresa Planet, pelo período de um ano, para utilização de imagens geradas por satélite. A justificativa para a contratação do serviço é monitorar desmatamento e queimada. A PF segue o exemplo do Ministério da Defesa, que anunciou a aquisição de um satélite, também para monitoramento ambiental, pelo valor de R$ 145 milhões.


Amazônia vista por satélite. Reprodução / NASA

Em meio à recessão econômica e ao corte de gastos pelo governo, ambas as despesas são desnecessárias, já que o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) já realiza o serviço, considerado de excelência por cientistas de todo o mundo.


Os R$ 49 milhões são provenientes do Fundo Nacional de Segurança Pública, vinculado à pasta da Justiça. A contratação da PF ocorreu por inexigibilidade de licitação. A justificativa é que a empresa Planet realiza um serviço único, com a melhor resolução de imagem do mercado, que nenhuma empresa além dela possui. Outro motivo seria o fato de a Planet conseguir mapear diariamente áreas de interesse, mostrando a evolução de uma ocorrência em todas as fases, desde o início.

Delegados e peritos afirmam que o sistema também ajudará na investigação de fraudes em obras, mineração clandestina e plantio de drogas, ocorrências que estão fora do escopo do Inpe.


O Ministério da Justiça vem trabalhando desde maio para a contratação do serviço, fazendo apresentações para órgãos do governo e conquistando apoio. A CGU e o ministério de Infraestrutura também se interessaram pelo sistema e pretendem utilizá-lo. O contrato prevê que governo federal, estados e municípios terão acesso ao material gerado.


Para integrantes do Inpe, porém, não adianta ter uma profusão de imagens quando o problema é a falta de estrutura e gestão.


*Com informações da Folha Online.

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle