Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Procuradores dizem que Lava Jato não acabou


Sob fogo de Jair Bolsonaro e já sem o apoio do bolsonarismo, que publicizou o seu trabalho para atacar os adversários nas eleições, os procuradores da força-tarefa da Lava Jato no Paraná emitiram nesta quinta-feira (8) uma nota pública para rebater as declarações do presidente sobre ter "acabado" com a operação. No comunicado, sem citar alvos, a nota refere-se a "forças poderosas" que estariam agindo em sentido contrário do combate à corrupção endêmica no país.

Os integrantes do Ministério Público Federal (MPF) afirmam que o discurso do presidente "indica desconhecimento sobre a atualidade dos trabalhos e a necessidade de sua continuidade e, sobretudo, reforça a percepção sobre a ausência de efetivo comprometimento com o fortalecimento dos mecanismos de combate à corrupção".

No documento, os procuradores ainda acrescentam que "a Lava Jato é uma ação conjunta de várias instituições de Estado no combate a uma corrupção endêmica e, conforme demonstram as últimas fases dos trabalhos, ainda se faz essencialmente necessária".

Na quarta-feira (7), Bolsonaro disse que ele acabou com a Lava Jato porque, segundo ele, "não existe mais corrupção no governo".

​​De acordo com os procuradores, a prerrogativa de encerrar a Lava Jato pertence apenas a Procuradoria-Geral da República (PGR), e citam que há mais de 400 investigações em curso na operação.

Moro: 'criatura do pântano'

Em rede social, o ex-ministro Sérgio Moro, demitido em maio por Bolsonaro, reagiu questionando, sem citar o nome do presidente, se valerá a pena se transformar em uma criatura do pântano.

""As tentativas de acabar com a Lava Jato representam a volta da corrupção. É o triunfo da velha política e dos esquemas que destroem o Brasil e fragilizam a economia e a democracia. Esse filme é conhecido. Valerá a pena se transformar em uma criatura do pântano pelo poder?".

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle