Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Reabertura antecipada de Crivella é risco imprevisível


O movimento nas ruas do Rio neste sábado (27) dá dimensão imprevisível dos riscos de reabertura na cidade. Contrariando especialistas e um estudo realizado pela UFRJ de classificação de riscos, o prefeito Marcelo Crivella antecipou a reabertura do comércio de rua no Rio, incluindo as lojas dos calçadões da Zona Oeste, além de salões de cabeleireiros e barbeiros. A flexibilização desse setor só deveria ocorrer na terceira fase do plano que começaria na próxima quinta-feira (2 de julho).

Os estabelecimentos estão autorizados a funcionar das 11h às 17h, para não se chocar com os horários dos shoppings, que abrem das 12h às 20h. O objetivo, segundo o prefeito, é evitar lotação no sistema de transportes.

A decisão, segundo Crivella, teve o aval de seu comitê científico. O infectologista e epidemiologista Celso Ramos, da URFJ , que integra o grupo e não participou da reunião realizada nesta sexta-feira (26) com técnicos da prefeitura, afirmou que ainda “é cedo” e “não é hora” de antecipar a reabertura - informou o Globo.

Além de Celso Ramos, as críticas foram endossadas também pela presidente da Sociedade de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro, Tânia Vergara, que afirmou que recebeu com choque a notícia da antecipação. "É imprevisível o que vai acontecer agora", disse, lembrando que a comunidade científica esperava avaliar o impacto da fase dois somente no dia 1º de julho, quando a fase completaria duas semanas, tempo médio de propagação do Covid-19.

De acordo com a Federação do Comércio do Rio (Fecomércio RJ), o comércio de rua representa a maior parte do comércio formal na capital carioca.

Mais reabertura

Crivella já anunciou que, a partir da próxima quinta-feira, poderão abrir também as academias, os bares e restaurantes. De acordo com a Prefeitura, os comerciantes deverão seguir regras de distanciamento e higiene, oferecendo álcool gel e sabão nas pias para lavagem das mãos, além de manter os ambientes abertos e ventilados.

Segundo o prefeito, a reabertura é possível porque se reduziram os índices de ocupação de enfermarias e UTIs, além do menor número de enterros na cidade, comparado ao ano passado. Para Crivella, isto é motivo de celebração.

Até esta sexta-feira (26), a capital fluminense totalizava 55.152 casos confirmados e 6.264 mortes por Covid-19. Dos 137 óbitos pelo novo coronavírus ocorridos no estado em 24 horas, 103 foram na capital.

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle