Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Robinho se diz vítima de movimento feminista


Em entrevista ao UOL, Robinho criticou o movimento feminista pela reação pública contra ele (Reprodução)

Após divulgação nesta sexta-feira (16) do conteúdo de trechos de interceptações telefônicas com suas falas sobre o caso que o levou a ser condenado por 'estupro coletivo' pela Justiça italiana, Robinho deu entrevista ao UOL e falou da repercussão negativa que levou ao rompimento do contrato com o Santos e sobre o processo que responde desde a época em que ele jogava no Milan. Reafirmando inocência, apesar das gravações vazadas indicarem que houve uma ação coletiva de violência sexual com a participação dele e de amigos, Robinho admitiu que teve contato íntimo com a mulher albanesa e afirmou que seu arrependimento é por ter traído a esposa.

Alegando que o processo está em segredo de justiça, Robinho contornou a maior parte dos questionamentos. No entanto, acabou 'sobrando' para o público feminino que nas redes sociais contestou sua volta ao Santos depois de ele ter sido condenado em primeira instância a nove anos de prisão - cabe recursos - na Itália.

Com uma fala meio desconexa, Robinho tentou culpar o 'movimento feminista' pela reação pública que houve contra ele, argumentando que "infelizmente, existe esse movimento feminista, que não sei o que, e muitas mulheres às vezes não são nem mulheres, para falar o português claro, e que se levantam contra porque, eu acabei de responder agora, eu não sou bonito, sou casado, com a minha esposa, mas se eu sair na rua e a mulher falar 'oi lindo, gostoso', tem uma conotação. Se eu mexer com você [aponta para a repórter do UOL que fez a pergunta], com falta de respeito, é totalmente diferente".

Questionado se estaria arrependido, Robinho respondeu: "Olha, eu me arrependo de ter traído a minha esposa, esse é o meu arrependimento".

A entrevista foi marcada por várias interrupções dos advogados do atleta. Ele voltou a negar que tenha tido relações sexuais com a jovem que acusa ele e seus amigos de 'estupro coletivo'. "Não, não tive relação sexual com ela, não. A gente teve relação entre homem e mulher, relações que o homem tem com a mulher, mas não chegou a ter nenhuma relação sexual, nenhuma penetração, nada disso", afirmou o jogador.

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle