Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

'Se sair (sic) para fazer gracinha vão se machucar', ameaça PM


Postagem de um policial ameaçando moradores após a morte do marmorista Marcelo Guimarães (Reprodução)

Um policial do 18º BPM (Jacarepaguá), que se identificou como "fiscal de dia" do batalhão, postou nas próprias redes sociais uma ameaça a moradores da Cidade de Deus depois que o marmorista Marcelo Guimarães, 38 anos, foi morto por um tiro disparado, segundo familiares, de dentro do Caveirão em um dos acessos da comunidade. Marcelo, que era casado e tinha dois filhos, seguia de moto na Linha Amarela quando foi alvejado nesta segunda-feira (4). Ele morreu na hora.

“Se sair para fazer gracinha, vão se machucar!”, escreveu o PM, referindo-se aos moradores, que fecharam a Linha Amarela por meia hora. A postagem foi apagada.

Citado pelo G1, a Polícia Militar diz que o marmorista ficou no meio de um tiroteio depois que PMs foram atacados por traficantes e revidaram.

Já a família de Marcelo diz que não houve nenhum confronto e afirma que o tiro foi disparado de dentro do Caveirão.

Sem provas, o PM culpou o tráfico pela morte de Marcelo: "Foi vagabundo do Tijolinho que acertou o cara". E escreveu também inocentando os colegas de farda: “Não foi nenhum dos meus! Querem colocar na nossa conta!”.

“Antes de saber, enfia a língua no c*, seus FDP protetores de bandidos! Já estou com dois caveirões e 38 policiais na base”, emendou.

Em depoimento, um dos policiais confessou que atirou de dentro do blindado para dar cobertura a outro policial.

Peritos da Polícia Civil vistoriaram o Caveirão para à procura de marcas de tiros ou indícios de disparos.

'Matam e ficam rindo'

Segundo a mãe de Marcelo, os policiais não chegaram sequer a abordá-lo e depois ainda riram.

"E matam e ficam rindo. Porque tinham policiais aqui (no local do crime) rindo. Eu só quero uma coisa: que dessa vez a justiça seja feita. Isso não pode continuar assim, eles assassinando vidas", desabafou.

vila_de_melgaco.jpg
Anúncio_Denise.jpeg

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle