Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Senado aprova texto-base para adiamento do Enem

Weintraub, até então irredutível, agora admite adiamento das provas.

O adiamento das provas ainda precisa de aprovação da Câmara dos Deputados e, sanção, do presidente

O Senado aprovou nesta terça-feira (19) o texto-base do projeto que pede o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de maneira automática. Não foram definidas novas datas para as provas.

De acordo com o calendário do Enem, as provas que dão acesso aos cursos de graduação seriam realizadas nos dias 1º e 8 de novembro, e nos dias 22 e 29 por via digital.

O filho do presidente, Flávio Bolsonaro, foi o único senador que votou contra o projeto, em votação que teve aprovação de 75 votos a 1.

​Para confirmar o adiamento do Enem, o texto ainda precisa ser analisado pela Câmara dos Deputados, e em seguida ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com o projeto, que foi apresentado pela senadora Daniella Ribeiro (PP-PB), o adiamento dos exames teria como justificativa o cenário de calamidade pública em meio à pandemia do novo coronavírus.

Weintraub agora admite adiamento

Só agora, depois de o Senado aprovar o texto-base sobre a conveniência de se adiar o Enem 2020, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, veio a público para admitir esta possibilidade. Em sua conta no Twitter, derrotado, Weintraub sugere o adiamento "por um prazo entre 30 e 60 dias", medida que ele havia recusado em reunião com os senadores em 5 de maio. “Peço que escutem os mais de 4 milhões de estudantes já inscritos para a escolha da nova data de aplicação do exame”, completou.

Segundo publicou o blog da Cidadania, em 10 de abril, assessores próximos a Weintraub afirmaram que a decisão do ministro, até então irremovível, seria um endosso à posição do presidente de mexer o mínimo possível no que já estava programado antes da pandemia e, também, uma forma de Bolsonaro pressionar os governadores a abrandar as medidas a favor do isolamento.


Com Sputnik Brasil

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle