Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Soldado youtuber é expulso da PM por deserção


Soldado Gabriel Monteiro era lotado no 34o Batalhão da PM, em Bangu (Reprodução)

Conhecido por sua verborragia e agressividade contra seus superiores nos vídeos que publica nas redes sociais, o youtuber bolsonarista Gabriel Monteiro foi expulso da Polícia Militar do Estado do Rio por deserção. A decisão foi publicada no Boletim da PM de terça-feira (3).

Lotado no 34º BPM (Bangu), o soldado ganhou fama defendendo o presidente Jair Bolsonaro e atacando, pelo menos duas vezes, o ex-comandante geral da PM coronel Ibis Silva Pereira. Em um dos vídeos, o dublê de policial e youtuber aparece na presença do comandante, sem autorização, afirmando que o coronel Ibis foi visto entrando em uma área dominada por uma facção criminosa. "Ninguém entende como o senhor entra no coração do Comando Vermelho e não é morto, sendo policial militar (...) A rua onde o senhor ia é uma boca de fumo, coronel (...) O senhor é do PSOL, não é? (...) Existe alguma ligação entre o PSOL e a criminalidade da Maré?”, interpelou. Por esta atitude, o ex-comandante entrou na Justiça com uma ação criminal contra o soldado.

Gabriel foi expulso por ter deixado de comparecer ao quartel por mais de oito dias seguidos sem dar qualquer satisfação, o que configura o crime de deserção. Em março, a PMERJ havia lhe tomado o porte de arma. Na ocasião, o youtuber chegou a ser defendido pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho 02 do presidente, que disse em rede social que "retirar seu porte é quase uma sentença de morte".

Candidato a vereador

Já há algum tempo, Monteiro não consegue esconder suas pretensões políticas com os vídeos chamativos que publica no Youtube claramente voltados para um público de eleitores bolsonaristas. Uma candidatura para vereador vem sendo articulada, segundo reportagem do Globo, pelo grupo político do deputado estadual Filippe Poubel (PSL), bolsonarista, que já empregou o policial em seu gabinete na Assembleia Legislativa do Rio.

Ainda segundo o jornal, Monteiro negou que tenha desertado da PM e disse que vai recorrer da decisão. É a única esperança de não ver ir por terra seu projeto político, uma vez que, se for confirmada a deserção e a expulsão, ele não poderá concorrer a cargo público pelos próximos oito anos, pela Lei da "ficha suja".


Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle