Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

  • Redação

Volta às aulas com álcool em gel e apoio emocional. Em Londres


(Fotos Públicas)

Os alunos do ensino primário que estão voltando à Academia Harris de Londres nesta quinta-feira (3) se sentarão em filas, lavarão as mãos com frequência e terão amparo de professores que foram treinados para dar apoio emocional após o isolamento.

As crianças iniciaram o retornoar às escolas nesta semana e, para muitas, é a primeira vez que voltam a ter aulas em tempo integral desde que a disseminação da covid-19 forçou o fechamento das classes em março.

Para evitar aglomerações, as escolas estão escalonando os intervalos, mantendo os alunos em grupos menores, controlando quando percorrem áreas comunais e exigindo o fornecimento de garrafas de água e estojos de lápis para evitar o compartilhamento.

A diretora da Academia Harris, Sam French, disse que os funcionários ficaram contentes por voltar e que, embora existam muitos desafios, querem que a escola pareça tão normal quanto antes.

“Fizemos nosso melhor para manter [os desafios] em nosso nível. Então, quando as crianças voltaram hoje, tanto quanto possível estavam voltando à escola que deixaram em março”, disse ela à Reuters ao som dos alunos ao fundo.

As crianças foram recebidas por um professor que distribuiu álcool em gel quando chegaram e se depararam com um arco de balões nesta quinta-feira.

Embora as escolas tenham mantido contato com os alunos durante o isolamento e proporcionado atividades frequentes, agora os professores terão que usar o primeiro período para avaliar quantas crianças estão defasadas e quantas se adiantaram no aprendizado.

“Essas primeiras semanas iniciais são só para descobrir onde estão as lacunas, descobrir quais são os pontos fortes e depois avançar para que, até o meio período de outubro, tenhamos todos voltado para onde precisamos estar e possamos continuar com o ano”, disse French.

O governo do primeiro-ministro Boris Johnson está sendo pressionado para fazer com que as escolas permaneçam abertas depois do longo intervalo e na esteira de um fiasco a respeito dos resultados estimados de provas que afetaram a ida de alguns estudantes para a universidade neste ano.


Fonte: Agência Brasil

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle