Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Witzel: Tribunal misto do impeachment já tem desembargadores


Governador afastado, Wilson Witzel (PSC). Julgamento deve ser concluído em 120 dias (Antonio Cruz/Agência Brasil)

O processo de impeachment do governador afastado Wlson Witzel (PSC) entrou em nova fase decisiva nesta segunda-feira (28). O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) escolheu, por sorteio, os cinco desembargadores que irão compor o tribunal misto de julgamento com os cinco deputados a serem escolhidos nesta terça-feira (29) na Alerj. O prazo para conclusão é de 180 dias, mas o presidente do TJ-RJ, desembargador Cláudio de Mello Tavares, avalia que deve ser concluído em 120 dias. Foram sorteados três desembargadoras e dois desembargadores.

No processo de escolha dos desembargadores um dado inusitado chamou atenção para uma curiosidade: quantos filhos de magistrado ocupam cargos de confiança no governo do estado. Dois dos magistrados sorteados, entre 180, se deram por impedido de participar do julgamento porque possuem filho empregado no governo do estado ocupando cargo comissionado.

O sorteio foi realizado com participação presencial de 19 desembargadores - os demais, remotamente, por videoconferência - e dos deputados Luiz Paulo (PSDB) e Lucinha (PSDB), autores do pedido do impeachment na Alerj.

A desembargadora Teresa de Andrade Castro Neves foi a primeira sorteada, e na sequência os desembargadores José Carlos Maldonado de Carvalho, Maria da Glória Oliveira Bandeira de Mello e Fernando Foch de Lemos Arigony da Silva. Faltando apenas um para completar a lista, o desembargador Ricardo Rodrigues Cardozo foi o quinto sorteado, mas tem filho em cargo comissionado no governo e se deu por suspenso. Sorteada seguinte, a magistrada Myriam Medeiros da Fonseca Costa também se declarou impedida por ter uma filha em cargo comissionado no estado. A quinta e última vaga sorteada coube a desembargadora Inês da Trindade Chaves de Melo.

Para Witzel ter o mandato cassado no tribunal misto, serão necessários dois terços dos votos, ou sete dos 10 integrantes.

Os anunciantes pagam ao jornal por cada clique dos leitores. Clicando em nossos anúncios você ajuda a manter o TODA PALAVRA sem pagar nada por isso

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle