Fla contra o retrospecto ruim


Depois de uma estreia empolgante contra o San Lorenzo, no Maracanã, o Flamengo embarcou rumo a Santiago, no Chile, onde enfrenta hoje a Universidad Católica pela segunda rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores Bridgestone. O jogo contra o time chileno é considerado um dos mais difíceis nesta fase da competição pelo time de Zé Ricardo, que já soma 19 partidas sem saber o que é derrota. Porém, apesar do retrospecto positivo recente, o Flamengo luta para apagar a má impressão que o clube deixou em suas últimas participações na Liberta.

Em 2014, quando esteve na competição pela última vez, o Rubro-Negro conquistou apenas uma vitória fora de casa, contra o Emelec (EQU). Duas derrotas e um empate. Somente um ponto ganho de nove jogados como visitante, e o time foi eliminado na fase de grupos. Já em 2012, a campanha foi ainda pior com nenhuma vitória jogando fora. Foram quatro partidas: uma na Pré-Libertadores e outras três na fase de grupos. Três derrotas e um empate, mais uma vez não conseguindo a classificação para as oitavas de final. A campanha mais positiva dos últimos anos foi em 2010, quando o time da Gávea chegou nas quartas de final. Em cinco jogos, foram três derrotas, inclusive uma para o adversário desta noite. No dia 14 de abril daquele ano, a Universidad Católica bateu o Flamengo por 2 a 0, no Chile.

Para a partida de hoje no estádio San Carlos de Apoquindo, às 21h45, o técnico Zé Ricardo ainda não confirmou quem entra no lugar do argentino Mancuello, desfalque pela pancada sofrida na cabeça no 4 a 0 contra o San Lorenzo. Berrío e Gabriel disputam a vaga. — Temos duas opções da entrada no lugar do Mancuello. Não devemos ter mudanças significativas em relação à maneira como a gente jogou. Na plataforma que a gente joga a característica muda um pouco, mas já estamos acostumados a jogar de algumas formas. Isso não vai ser problema — disse o treinador rubro-negro.

UNIVERSIDAD CATÓLICA X FLAMENGO Data: 15/03, às 21h45 (de Brasília) Local: San Carlos Apoquindo, Santiago Flamengo: Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Romulo, Willian Arão e Diego; Berrío (Gabriel); Everton e Guerrero Universidad Católica: Toselli Espinoza, Kuscevic, Lanaro, Parot, Fuentes, Kalinski Fuenzalida, Buonanotte, Noir e Santiago Silva Árbitro: Diego Haro (PER) auxiliado por Coty Herrera (PER) e Jorge Luis Yupanqui (PER).

#futebol #Flamengo #Libertadores

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

1/3
300x250px - para veicular a partir do di
Leia também: