728x90_2.gif

Quem não faz...


... leva! Enfrentar a Universidad Católica, no Chile, era um dos maiores desafios para o Flamengo nesta fase de grupos da Conmebol Libertadores Bridgestone. Com Márcio Araújo titular na vaga de Mancuello, o Rubro-Negro jogou bem e criou boas jogadas, mas pecou na precisão e saiu derrotado por 1 a 0, com gol do uruguaio Santiago Silva. A derrota quebrou a invencibilidade de jogos oficiais do Flamengo que durava desde outubro do ano passado e fez o clube cair para o terceiro lugar na classificação do Grupo 4.

A entrada de Márcio Araújo no time poderia passar a impressão de que o Flamengo jogaria recuado. Engano. O Rubro-Negro tomou conta da partida logo no início, tendo Rômulo e Willian Arão com mais liberdade para chegarem ao ataque. O Flamengo chegou primeiro aos 11 minutos com chute forte de Guerrero e boa defesa de Toselli. O lance mais perigoso do primeiro tempo foi da Católica, após falha grotesca de Rafael Vaz numa tentativa de recuo para Muralha, deixando a bola nos pés de Santiago Silva. Muralha salvou. Aos 23, Arão perde boa chance em bola que sobrou limpa para ele. Foram as faltas próximas às áreas os maiores perigos causados ao time chileno. Aos 30, Guerrero bateu bem e o goleiro voou para espalmar. A partir daí uma sequência de chances desperdiçadas pelo ataque rubro-negro e fim do primeiro tempo.

A alteração que a torcida do Flamengo tanto queria veio aos 13 minutos do segundo tempo: o colombiano Berrío entrou no lugar de Rômulo. O Flamengo continuou criando e perdendo oportunidades de abrir o marcador. Aos 25, mais uma falta próxima à área, desta vez foi o camisa 10, Diego, quem tirou o "uuuh!" da torcida flamenguista. A bola caprichosamente bate no travessão. Porém, quem não fez, leva. Três minutos depois o mesmo Diego comete falta boba perto da área. Bola levantada, Santiago Silva sobre no terceiro andar e cabeceia bonito para fazer Universidad Católica 1 a 0. Depois do gol, a única atração da partida ficou por conta da expulsão infantil de Berrío. Fim de jogo, e o Flamengo mantém o retrospecto ruim fora de casa na Libertadores.

UNIVERSIDAD CATÓLICA 1x0 FLAMENGO

Local: Estádio San Carlos Apoquindo, Santiago

Flamengo: Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Rômulo (Berrío), Willian Arão (Leandro Damião) e Diego; Éverton (Gabriel) e Guerrero | T. Zé Ricardo

Universidad Católica: Toselli; Juan Espinoza (Cristián Álvarez), Kuscevic, Lanaro e Parot; Fuentes, Kalinski, Fuenzalida, Buonanotte e Noir (Lobos); Santiago Silva | T. Mario Salas

#Flamengo #Libertadores #Católica #Bridgestone #Chile #Futebol

1/3