Pestalozzi ganha telecentro


Adriana Neves e José Seba no telecentro da Pestalozzi

Niterói vai ganhar o primeiro telecentro de inclusão Sociodigital voltado para pessoas com deficiência intelectual. A parceria inédita será entre a Prefeitura e a Pestalozzi de Niterói e o início do funcionamento está marcado para julho. O Telecentro funcionará de segunda a sexta-feira de 9h às 17 horas e dará prioridade para alunos da instituição, muitos deles autistas e seus familiares, mas haverá turmas também para moradores do bairro do Badu, onde está localizada a sexagenária instituição filantrópica.

“É um grande desafio e vamos construir essa nova forma de inclusão. Vamos aprender junto com a Pestalozzi e o objetivo é replicar a experiência em outros pontos da cidade”, acredita Adriana Neves, diretora da Secretaria de Ciência e Tecnologia do município e responsável pelo programa.

O Telecentro funcionará no laboratório de informática que a instituição abriga desde 2001 quando foi iniciado pelo ministério da educação um programa de inclusão digital no país. “O que estamos fazendo e abrindo essa nossa unidade, com o apoio da Prefeitura para uma nova experiência com nossos alunos e ampliando isso para a comunidade”, explica o professor José Raymundo Martins Romeo, atual presidente da Pestalozzi de Niterói, lembrando que os 12 computadores foram doados pela Dataprev, empresa federal, à Pestalozzi.

Secretário de Ciência e Tecnologia do município, o médico José Seba comemora a parceria e afirma que o principal legado da tecnologia é oferecer bem estar e qualidade de vida às pessoas. “É esse o objetivo principal do projeto que estamos desenvolvendo na Pestalozzi”, conclui.

#Pestalozzi #PestalozziNiterói #Telecentro #Pestalozziganhatelecentro

1/3
300x250px - para veicular a partir do di

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também: