Lago e Montanhas

Lago e Montanhas

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Cabanas na Praia

Cabanas na Praia

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Roda Gigante

Roda Gigante

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Palmeiras

Palmeiras

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Pela Cidade de Bicicleta

Pela Cidade de Bicicleta

Espaço reservado para anúncios nas editorias

O vilão dos direitos humanos

 

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) é o que mais viola direitos humanos, segundo mapeamento da Anistia Internacional, que analisou 139 proposições legislativas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. A sigla aparece com 24 Projetos de Lei (PLs) que ferem um dos quatro eixos da campanha da organização: segurança pública e sistema de justiça, liberdade de reunião e manifestação, direitos sexuais e reprodutivos, e o direito à terra de povos indígenas e quilombolas.

 

A campanha faz parte de uma petição online que lista deputados, a fim que pressionar os parlamentares para que eles desistam de prosseguir com tais projetos. O ato simbólico de lançamento ocorreu na última segunda-feira (31), e é intitulada "Direitos não se liquidam", por fazer alusão a um "saldão", "liquidação", onde diferentemente de vestimentas,

eletrodomésticos e objetos a preços baratos sendo vendidos, serão os direitos da população que estarão em "oferta".

"A Anistia Internacional fez um amplo levantamento das proposições e detectou quatro eixos temáticos onde os direitos humanos estão sob forte ameaça no Brasil. São eles: segurança pública e sistema de justiça, liberdade de reunião e manifestação, direitos sexuais e reprodutivos; e o direito à terra de povos indígenas e quilombolas", diz o órgão que defende os direitos humanos no Brasil e em mais 150 países.

 

Para a diretora executiva da Anistia, Jurema Werneck, é necessária a criação da petição contra retrocessos. “A atual crise política é como 'uma cortina de fumaça' que oculta uma agenda de retrocessos legislativos que está em curso no Congresso. Várias emendas, se aprovadas, colocam em risco as vidas e direitos de milhões de pessoas, especialmente aquelas que já sofrem discriminação”, aponta.

 

Projetos

 

Entre os PLs do PMDB estão seis proposições do deputado cassado, ex-presidente da Câmara e condenado a 15 anos de prisão, Eduardo Cunha. Os projetos de lei vão contra direitos sexuais e reprodutivos, que criminalizam o aborto e contra a livre manifestação, que segundo a própria ementa "atribui tratamento diferenciado para o agente que pratica atos de vandalismo em manifestações públicas".

 

No total, a lista contém 20 partidos políticos brasileiros: PMDB, PP, PR, PSDB, PSC, DEM, PDT, PSB, PT, PSD, PV, PTB, PHS, PPB, PCdoB, PROS, PPS, PRP, PRB e PL.

 

Outro partido com grandes números de proposições que violam os direitos humanos é o Democratas (DEM), com 5. Entre elas, proposições que deslegitimam terras de quilombolas e indígenas, flexibilização da posse e compra de armas de fogo.

A respeito do resultado do levantamento da Anistia, o líder do Democratas na Câmara, o deputado Efraim Filho considera que o partido "protege os direitos humanos" e que a opinião de um parlamentar "é posição individual" e que lhe é dada a liberdade de exercer o seu mandato de acordo com suas ideias".

 

"É a posição da Anistia, que também não significa verdade absoluta. Existem outros órgãos e entidades que podem ter outros levantamentos, de igual profundidade e temos que saber respeitar todos", afirma o deputado.

O Brasil de Fato tentou contato com o líder do PMDB na Câmara, para saber o posicionamento do partido frente aos números, mas não obtive resposta até o fechamento desta matéria.

 

A petição online pode ser encontrada no site da Anistia: anistia.org.br.

 

Fonte: Brasil de Fato (www.brasildefato.com.br)

Please reload

Lago e Montanhas

Lago e Montanhas

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Cabanas na Praia

Cabanas na Praia

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Roda Gigante

Roda Gigante

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Palmeiras

Palmeiras

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Pela Cidade de Bicicleta

Pela Cidade de Bicicleta

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Leia também:
Please reload

Lago e Montanhas

Lago e Montanhas

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Cabanas na Praia

Cabanas na Praia

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Roda Gigante

Roda Gigante

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Palmeiras

Palmeiras

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Pela Cidade de Bicicleta

Pela Cidade de Bicicleta

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle