Lago e Montanhas

Lago e Montanhas

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Cabanas na Praia

Cabanas na Praia

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Roda Gigante

Roda Gigante

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Palmeiras

Palmeiras

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Pela Cidade de Bicicleta

Pela Cidade de Bicicleta

Espaço reservado para anúncios nas editorias

A rede de apoio à direita na AL

August 15, 2017

Mapa das organizações da Atlas Network na América Latina. Fonte: The Intercept

 

O que têm em comum a deposição do presidente de Honduras, Manuel Zelaya; o golpe parlamentar que tirou do poder a presidente Dilma Rousseff no Brasil; o retorno da direita argentina à Casa Rosada, com Mauricio Macri; a escalada dos protestos da oposição a Maduro na Venezuela? Por trás de todas essas ações políticas e de várias outras, que vêm determinando nos últimos anos uma guinada à direita no continente americano - inclusive nos Estados Unidos, hoje governado pelo ultradireitista Donald Trump -, estaria uma organização chamada Atlas Network, dirigida desde 1991 pelo argentino-norte-americano Alejandro Chafuen, que estaria financiando, apenas na América Latina, mais de 80 entidades associadas, os chamados tink thanks, com recursos do Departamento de Estado e do National Endowment for Democracy (Fundação Nacional para a Democracia – NED), braço do soft power norte-americano.

 

A revelação foi feita pelo site noticioso The Intercept em matéria assinada pelo jornalista Lee Fang. O site é dirigido pelo jornalista Gleen Grennwald, que ganhou o Prêmio Pulitzer pela publicação de reportagem no jornal britânico The Guardian, denunciando o caso Plame-Wilson, dentro do contexto de revelações da vigilância global americana, juntamente com o Wikileaks. Essas revelações contribuíram para confirmar a atuação da Agência de Segurança Nacional dos EUA-NSA na espionagem ilegal e generalizada de países e empresas. No Brasil, Greenwald foi agraciado com o Prêmio Esso de Reportagem, por artigos publicados em O Globo acerca do sistema de vigilância virtual dos Estados Unidos em território nacional.

 

Publicada na versão brasileira de seu site, o The Intercept Brasil, a matéria revela pelo menos dois tink thanks brasileiros que foram financiados com recursos do Atlas Network para ajudar a derrubar Dilma Rousseff: o Movimento Brasil Livre (MLB) e o Instituto Millenium. Contudo, o número de organizações brasileiras associadas à Atlas Network, que até pouco tempo atrás era de apenas três, cresce rapidamente. Hoje existem cerca de 30 tink thanks agindo e colaborando entre si no Brasil, como o Estudantes pela Liberdade e o MBL, segundo Hélio Beltrão, um ex-executivo de um fundo de investimentos de alto risco que agora dirige o Instituto Mises, uma organização sem fins lucrativos que recebeu o nome do filósofo direitista Ludwig von Mises.

 

Segundo o The Intercept, a rede é extensa, contando atualmente com parcerias com 450 think tanks em todo o mundo. A Atlas Network afirma ter gasto mais de US$ 5 milhões com seus parceiros apenas em 2016. Leia a matéria completa.

Please reload

Lago e Montanhas

Lago e Montanhas

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Cabanas na Praia

Cabanas na Praia

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Roda Gigante

Roda Gigante

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Palmeiras

Palmeiras

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Pela Cidade de Bicicleta

Pela Cidade de Bicicleta

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Leia também:
Please reload

Lago e Montanhas

Lago e Montanhas

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Cabanas na Praia

Cabanas na Praia

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Roda Gigante

Roda Gigante

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Palmeiras

Palmeiras

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Pela Cidade de Bicicleta

Pela Cidade de Bicicleta

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle