728x90_2.gif

Serra passa a ser investigado


A ministra Rosa Weber do Supremo Tribunal Federal autorizou na noite desta segunda-feira (28) abertura de investigação contra o senador José Serra, do PSDB, por suspeita de caixa dois na campanha eleitoral dele à presidência da República em 2010.

De acordo com o pedido do Ministério Público Federal, o empresário Joesley Batista relatou em sua delação premiada que teria acertado pessoalmente com José Serra uma contribuição de R$ 20 milhões a sua campanha. Desse valor, R$ 7 milhões teriam sido pagos via caixa dois. Para isso, teria sido simulada a compra de um camarote para assistir a um evento de Fórmula 1.

A ministra autorizou que a Polícia Federal ouça as empresas citadas e também o senador em até 60 dias. Em nota, José Serra reitera que todas as suas campanhas eleitorais foram conduzidas dentro da lei, com as finanças sob responsabilidade do partido.

#JoséSerrainvestigado #JoséSerra #STF #LavaJato

1/3