Lago e Montanhas

Lago e Montanhas

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Cabanas na Praia

Cabanas na Praia

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Roda Gigante

Roda Gigante

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Palmeiras

Palmeiras

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Pela Cidade de Bicicleta

Pela Cidade de Bicicleta

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Coronel comanda repressão

November 30, 2017

 

O secretário de Ordem Pública de Niterói, o coronel PM Gílson Chagas, comandou ontem, pessoalmente, a repressão a um grupo de cerca de 30 ambulantes que protestavam contra a prefeitura em frente às barcas, no Centro da cidade. Guardas municipais atacaram os manifestantes no final da tarde a golpes de cassetete e spray de pimenta. Participantes da manifestação foram retirados à força do ato pelos guardas municipais. Um deles, Fábio Luiz, presidente de uma das entidades representativas dos camelôs, a ACANIT, foi dominado dentro da 76ª DP, onde foram prestar queixa, por Gílson Chagas com uma “gravata” (veja imagem reproduzida de vídeo feito por celular), agressão filmada e fotografada por vários manifestantes.

 

À saída da delegacia, perguntado pelo TODA PALAVRA sobre as acusações de agressões feitas pelos camelôs contra ele, o secretário foi irônico:

 

- Já vi muita gente dizer que foi agredida sem ter sido. Agora mesmo o Garotinho está falando que foi agredido dentro da prisão – comparou o coronel, sem, contudo, considerar que as câmeras da Cadeia Pública de Benfica não registraram a cena alegada pelo ex-governador, ao contrário dos celulares dos ambulantes de Niterói.

 

A poucos passos da delegacia, na Câmara Municipal, enquanto os vereadores tentavam discutir a ação judicial que suspendeu a votação do Plano Diretor, marcada para esta quarta-feira, a denúncia das agressões mudou a rotina da casa. Camelôs tomaram as galerias, interrompendo várias vezes a sessão com palavras de ordem contra o prefeito Rodrigo Neves, e vereadores como Talíria Petrone (PSOL) e Leonardo Giordano (PC do B) – cujo chefe de gabinete, Marcos Rodrigo, se encontrava entre os presos e agredidos – corriam pela Avenida Amaral Peixoto entre os dois estabelecimentos, em um vaivém desenfreado.

 

Os vereadores condenaram a ação da guarda municipal e anunciaram medidas para esta quinta-feira: Talíria Petrone prometeu dar entrada em representação contra o coronel Gílson Chagas no Ministério Público e pedir a sua destituição do cargo de secretário de Ordem Pública; Leonardo Giordano também recorrerá ao MP para apurar responsabilidades na atuação da guarda municipal e ingressará, ainda, com ações individuais em defesa das pessoas agredidas.

 

O protesto dos camelôs, que querem da prefeitura a regularização de suas atividades, começou com a ocupação de uma faixa da Avenida Visconde do Rio Branco em frente às barcas. Em uma ação rápida, o secretário – que usava colete amarelo sobre camisa social listrada vermelho e preto – entrou no meio dos manifestantes e agarrou Fábio Luiz, levado por ele e pelos guardas municipais para dentro de uma picape que arrancou em disparada.

Houve revolta por parte dos camelôs que entraram em confronto com os guardas. Mais tarde, já na delegacia, o confronto continuou pelos corredores da 79ª DP, tendo o coronel Gílson Chagas (agora sem colete) à frente. Veja vídeos feitos por manifestantes:

 

 

 

Please reload

Lago e Montanhas

Lago e Montanhas

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Cabanas na Praia

Cabanas na Praia

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Roda Gigante

Roda Gigante

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Palmeiras

Palmeiras

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Pela Cidade de Bicicleta

Pela Cidade de Bicicleta

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Leia também:
Please reload

Lago e Montanhas

Lago e Montanhas

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Cabanas na Praia

Cabanas na Praia

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Roda Gigante

Roda Gigante

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Palmeiras

Palmeiras

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Pela Cidade de Bicicleta

Pela Cidade de Bicicleta

Espaço reservado para anúncios nas editorias

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle