301 pacientes já morreram na fila de leito de Covid no Rio


(Reprodução)

Desde o início do ano, 301 pessoas morreram nas emergências e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) à espera de um leito de internação no estado do Rio de Janeiro.

De janeiro até esta terça-feira (6), foram 59 óbitos causados pela doença nas UPAs municipais e 93 nas estaduais.

Outros 149 pacientes perderam a vida nas coordenações de emergência enquanto esperavam por leitos.

Nesta terça-feira (6), há 235 pacientes na fila por uma vaga em hospitais na capital do estado.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI na rede do Sistema Único de Saúde (SUS) está em 94%. Ao todo, 1.679 pacientes estão sendo tratados com sintomas da Covid-19, sendo 780 em estado grave. Nas enfermarias, a lotação é de 90%.

Mortes e vacinação

O estado do Rio de Janeiro já registrou, desde o início da pandemia, 37.693 mortes e 659.237 casos da doença causada pelo novo coronavírus.

Até o momento, 1.316.104 pessoas receberam a primeira dose da vacina, o que representa 7,58% da população do estado.

Já a segunda dose foi aplicada em apenas 374.909 pessoas. O total equivale a 2,16% da população.

Os números são do levantamento do consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif