80% das mortes por covid no país são de não vacinados


(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Levantamento feito pela Info Tracker, plataforma de dados da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Estadual Paulista (Unesp), feito a pedido do UOL, revela que o número de mortes e internações por covid-19 é muito superior naqueles que não receberam nenhuma dose da vacina. E mostra também que desde março, quando a segunda dose começou a ser aplicada, as mortes pela doença diminuíram 94% no Brasil.

Em março, ocorreram 89,6 mil pelo coronavírus, enquanto em outubro esse número caiu drasticamente para 5.744.

Entre os óbitos, 79,7% (243 mil vidas perdidas) foram de pessoas que não tomaram nenhuma dose do imunizante. Já os que morreram mesmo após completar o ciclo vacinal foram 10,7% (32 mil) do total, enquanto os que tomaram apenas uma dose, 9,7% (29 mil). Entre 1º março e 15 de novembro deste ano, 306.050 pessoas morreram de covid-19 no país.

Entre as internações, 81.7% não receberam nenhuma dose da vacina, ou seja, 802 mil entre os 981 mil internados nesse período. Já os internados após uma dose da vacina somaram 85 mil (8,7%).

Até a última sexta-feira (3), de acordo com dados do Ministério da Saúde, 159.539.701 brasileiros foram vacinadas com a primeira dose, ou seja, cerca de 75% da população, e 140.517.221 com a segunda ou dose única, 66% totalmente imunizados.

300x250px.gif
728x90px.gif