top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

A poética da fotografia revolucionária de Renzo Gostoli

Mário Sousa*


Renzo Gostol

Esta imersão de cada construção, de cada momento, de cada ciclo, das fotografias de Renzo Gostoli, nos dá a dimensão de sua história, de sua criação e, lá se vão mais de meio século, reconhecido como um dos fotógrafos mais respeitados na América Latina e no mundo.


Com coberturas jornalísticas, ensaios, por destacadas agências como France Press, Reuter, Associated Press e veículos como Folha de São Paulo, Clarin, El Pais, La Nacion, El Mundo, Time, Latin Trade, Miami Herald, Câmbio 16 da Espanha, Renzo carimbou seu faro jornalístico e artístico. Dá história ao cotidiano, à cultura, à política. Ele fez exposições sobre Júlio Cortazar – 100 anos (Instituto Cervantes), América Latina tão Violentamente Doce (Universidade Veiga de Almeida ), além da UFRJ e Universidad de Quilmes e na Sociedade Fluminense de Fotografia.


São marcantes os registros do Balé nacional do México, onde trabalhou por 10 anos. Atualmente, ele pesquisa o mundo tão encantador dos circos. Com suas imagens cirúrgicas na expressão dos fatos e no registro da realidade, muitas vezes cruel, perversa, amarga, Renzo se revela o profissional crítico e a poética do artista com suas fotos.


Agora, pela primeira vez, Renzo expõe, em Niterói, fotos sobre a Revolução dos Cravos, que ocorreu em Portugal, um movimento político que mudou a história do País e restabeleceu a democracia. Portugal, de 1933 até 1974, portanto, durante 41 anos, viveu sob o regime ditatorial de Salazar. Em 25 de abril de 1974, explodiu e foi vitoriosa a Revolução dos Cravos, um movimento militar com apoio popular, afastando o ditador Antonio Oliveira Salazar. A Revolução dos Cravos teve este nome porque as flores foram colocadas nas pontas dos fuzis dos soldados. A flor cravo virou o símbolo da Revolução. A exposição é uma mostra de fotos sobre a Revolução dos Cravos, que completa 50 anos neste dia 25 de abril, uma síntese simbólica, em prol da democracia, das artes e de um profissional, um artista, antenado com o mundo e com a beleza poética da fotografia. Em cada foco, luz, detalhe, foto. Renzo Gostoli impressiona e nos dá dimensão de seu talento e de sua história. A Sociedade Fluminense de Fotografia, que tem na presidência Antonio Machado, o Toninho, dá a dimensão de seu trabalho, ao apresentar tão importante exposição.


*Mário Sousa, jornalista, escritor e presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro.



Algumas fotos da exposição:

Renzo Gostol

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page