top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Ações da Secretaria do Clima são apresentadas na Câmara

As ações desenvolvidas pela Secretaria Municipal do Clima de Niterói foram tema de uma reunião da Frente Parlamentar na Câmara de Vereadores, nesta quarta-feira (22/3). O secretário Luciano Paez compareceu à sede do Legislativo para apresentar as iniciativas que vêm sendo desenvolvidas ao longo dos dois anos, desde a criação da pasta, única no Brasil. A cidade ainda possui mais de 50% de seu território composto por áreas de preservação ambiental. A sessão contou com a presença de estudantes do ensino médio que foram conhecer a plenária, além de representantes do poder público, sociedade, empresas e associações não governamentais.

Foto: Luciana Carneiro / Prefeitura de Niterói

O secretário municipal do Clima, Luciano Paez, explicou que é fundamental que as pessoas se apropriem desse espaço que é de debate, diálogo, mas acima de tudo de construção de forma democrática e ampla.


“A gente vem passando por processos de eventos extremos cada vez mais rotineiros com mudanças climáticas e um aquecimento global. É um processo natural de aquecer e esfriar, mas tem tido grandes interferências do homem com a ampliação de gases que vão sendo acumulados e criado esse efeito estufa, o que causa impacto na aceleração deste aquecimento. Então, o desafio é entender o que cada cidadão e o que a cidade pode fazer para minimizar esses efeitos. Niterói tem sido exemplo com a construção da Secretaria do Clima, que veio através de um longo debate nos últimos dez anos. Estamos com várias iniciativas na cidade como a construção de um parque baseado em soluções da natureza (Parque Orla de Piratininga) e o Projeto de Neutralização Comunitário de Carbono que atinge diretamente as comunidades que são as maiores atingidas pelas mudanças climáticas”, disse Luciano.


O vereador Leandro Portugal, presidente da Frente Parlamentar do Clima, presidiu a sessão e contou que o objetivo era discutir a pauta climática antes que o mundo superaqueça e entre em colapso.


“Niterói é uma cidade de vanguarda, pioneira. Gostaria de parabenizar o nosso prefeito pela sensibilidade, coragem e ousadia de criar aqui na cidade a primeira Secretaria do Clima dentre todos os municípios do Brasil. Em um passado não muito distante, a gente só associava a questão da pauta climática ao ativismo ecológico ou falava em destruição e a gente já sabe que é muito mais do que isso. Hoje, quando a gente fala em pauta climática entende também como saúde pública e não é exagero falarmos que é uma questão simples de sobrevivência e salvaguardar as futuras gerações”, destacou o vereador.


A sessão de hoje também teve a presença de aproximadamente 30 alunos do Ensino Médio do Colégio Estadual Joaquim Távora. Maria da Conceição Rezende é professora articuladora pedagógica da escola e contou que a ideia era deles entenderem o trabalho realizado na cidade e como isso afeta diretamente na comunidade escolar.


“Trouxemos um grupo de alunos que são representantes e vice-representantes de turma. A ideia era essa, eles conhecerem o trabalho e a questão da criação da Secretaria do Clima de Niterói, que é uma coisa nova no município, é inédito e é um tema muito importante que está sendo bastante debatido a nível mundial. Então eu achei importante trazer os representantes porque eles vão multiplicar junto aos colegas de escola. Os alunos vão criar um trabalho, estão se organizando para formar os grêmios estudantis com várias pautas. São muitas demandas com relação à própria escola e aí eles saindo um pouco da escola vão conhecer outras demandas externas que afetam diretamente a todos nós da comunidade escolar, como a questão do clima”, pontuou Conceição.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page