Acusado de pedofilia tinha 'quarto da Disney' em Niterói


Foto: Divulgação

Policiais da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) prenderam nesta quarta-feira (24/11), em Niterói, um engenheiro de 63 anos acusado de estupro de vulnerável. De acordo com os agentes, os crimes eram cometidos em um cômodo chamado de "quarto da Disney", que o homem usava para atrair crianças.


De acordo com a Polícia Civil, o acusado é funcionário público e presta serviço na Casa da Moeda do Brasi. As investigações mostraram que os crimes acontecem no "quarto da Disney", nomeado assim pelos policiais. O local possuía vários personagens, brinquedos e outros adornos que serviam para atrair possíveis vítimas para o local onde seriam abusadas.


Os investigadores identificaram que uma das vítimas estupradas tinha 13 anos. Os casos aconteceram até o adolescente completar 14 anos. O acusado admitiu à polícia que praticava o ato com o menor, mas argumentou que era consensual e afirmou que era apaixonado pela criança. Ele contou ainda que a prática ocorreu também durante diversas viagens feitas ao exterior.


No final das buscas, os policiais apreenderam diversos eletrônicos, que serão analisados pela perícia em busca de mais provas e também para a identificação de outras possíveis vítimas. Foram apreendidos dezenas de brinquedos importados que serão destinados, após autorização judicial, para compor a brinquedoteca da DCAV.

O preso já foi denunciado por estupro de vulnerável e estupro, e será encaminhado ao sistema prisional, ficando à disposição do juízo da 1ª Vara Criminal de Niterói que expediu as ordens judiciais.

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif