Americanos querem ver filme "mentiroso" de Flordelis


Rodado em telas nacionais em 2009 com o nome "Flordelis - Basta uma palavra para mudar", o filme sobre a história da mulher que abrigava em sua casa, como filhos adotivos e afetivos, dezenas de crianças e adolescentes sem abrigo ou em fuga de lares violentos poderá ganhar projeção internacional. Uma produtora de Los Angeles, nos Estados Unidos, interessada na repercussão da história de Flordelis, estaria disposta a comprar os direitos da obra para comercializá-la no exterior.

O enredo original, entretanto, já foi desmentido até pelo próprio diretor do filme, Marco Antônio Ferraz, que o chamou de "uma mentira".

“Me arrependo. Se fosse hoje, jamais teria feito esse filme. Não sou cineasta. Sou um contador de histórias e o que contei foi uma mentira diante dos fatos que conhecemos agora”, disse ele em entrevista ao jornal Extra, no mês passado.

De acordo com informação do Extra, a produtora americana procurou diretamente os diretores do filme mas poderá, no entanto, ter dificuldade para avançar nas negociações, já que a cessão de direitos precisará de autorização da deputada federal Flordelis (PSD), hoje acusada formalmente pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de ser mentora do assassinato de seu marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho do ano passado. Anderson do Carmo foi o produtor executivo do longa-metragem, dirigido por Marco Antônio e Anderson Corrêa, com participação de artistas, como Bruna Marquezini, Cauã Reymond, Isabel Fillardis, Letícia Sabatella e outros, que abriram mão de seus cachês em prol da obra social da então cantora gospel e mãe de mais de 50 filhos, Flordelis de Souza Santos.

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

1/3
300x250px - para veicular a partir do di
Leia também: