top of page

Ano de 2023 marca início da grande transformação do Centro

A Prefeitura de Niterói começou a entregar, em 2023, as obras que vão transformar e revitalizar o Centro da cidade. O Parque Poliesportivo da Concha Acústica começou a ser uma realidade com a inauguração da primeira parte das intervenções. O espaço segue padrão internacional e é totalmente acessível. No primeiro momento, foram entregues o campo de futebol com grama sintética, uma quadra poliesportiva, quadras de tênis e de vôlei de praia, além de arquibancadas, vestiários, academia para a terceira idade e parte da pista de caminhada. O complexo esportivo foi planejado com os princípios de sustentabilidade.

Com investimento de R$ 97,6 milhões, o espaço terá atividades esportivas, educacionais, de lazer e de inclusão social. A próxima etapa inclui a construção de um ginásio com capacidade para mais de 2 mil pessoas e a reforma do antigo palco, permitindo que o local continue apto a receber shows e eventos.


O Parque Poliesportivo da Concha Acústica vai funcionar todos os dias, das 7h às 18h. Serão oferecidas atividades de futebol, futevôlei, altinha, voleibol, basquete, tênis de praia e tênis de quadra. O espaço será aberto para toda a comunidade, com foco em crianças e adolescentes. O equipamento será gerido pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer.


Integração Centro/Caminho Niemeyer


Outro passo importante para a revitalização da região central de Niterói foi a inauguração das obras de integração do Caminho Niemeyer com o Centro. O Município entregou o prolongamento das ruas Marquês de Caxias, Saldanha Marinho e Doutor Fróes da Cruz até o Caminho Niemeyer.


Uma área total de 65 mil metros quadrados onde havia um supermercado e um estacionamento foi reurbanizada e requalificada. O espaço tem oito quarteirões que vão receber empreendimentos imobiliários residenciais com estabelecimentos comerciais nos térreos dos prédios.


A Prefeitura também entregou a Alameda Oscar Niemeyer, um boulevard apenas para pedestres. A alameda é transversal às três ruas que foram prolongadas e corta ao meio o espaço onde estão os oito quarteirões. Com projeto paisagístico do escritório Burle Marx, o boulevard tem 10 mil metros quadrados e 220 árvores.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, destacou que as primeiras obras entregues no Centro fazem parte de um grande esforço para revitalizar e requalificar a região.


“Uma das premissas principais para a revitalização era trazer mais moradores para o Centro da cidade. O Centro, ao longo do tempo, deixou de ser a área mais populosa de Niterói. Com a urbanização de todo este espaço, gradativamente a gente vai fazer com que esta região se transforme no novo Centro de Niterói, que vai induzir uma série de investimentos para a recuperação de todo este espaço. Como parte desse conjunto de medidas de revitalização do Centro, a Prefeitura vem fazendo um grande investimento. Na Avenida Visconde do Rio Branco, existe a implantação de uma nova urbanização. Já inauguramos a primeira parte do Parque Esportivo de Niterói, onde haverá uma arena poliesportiva. A Prefeitura também está recuperando a pista de atletismo da UFF, que terá padrão internacional”, explicou Axel Grael.


A iniciativa privada vai ocupar os oito quarteirões com os empreendimentos imobiliários. A expectativa é de que sejam licenciadas três mil unidades habitacionais.


Outra intervenção para melhorar a estrutura e a mobilidade no Centro de Niterói foi a entrega da duplicação da Rua General Osório. A via recebeu mão inglesa, ciclovia e fiação subterrânea. A antiga rua de acesso ao Ingá, ao lado do Complexo Poliesportivo da Concha Acústica, foi fechada definitivamente. O novo trajeto da Rua General Osório vai viabilizar a continuação da obra do Parque Poliesportivo da Concha Acústica, que vai ganhar um grande ginásio.


O secretário municipal de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier, explica que, com a inauguração de parte do Complexo Poliesportivo, a região vai atrair uma nova quantidade de pessoas e que a duplicação da Rua General Osório melhora a mobilidade no local.


“A duplicação da Rua General Osório tem como objetivo atender o entorno da Concha Acústica. A inauguração desse novo espaço é um importante passo na revitalização do Centro que vai atrair um novo público. Com a abertura dessa nova via, quem vai em direção ao Ingá vira à esquerda depois do Complexo Esportivo e, quem vai para São Domingos, segue em frente sem nenhum tipo de conflito viário”, afirmou Renato Barandier.


Nova Visconde do Rio Branco


Uma das principais intervenções da Prefeitura para requalificar o Centro de Niterói é a reurbanização da Avenida Visconde do Rio Branco. Um dos mais importantes corredores de trânsito do Centro, a via está passando por obras para ganhar nova infraestrutura com acessibilidade, ciclovia em toda a extensão e áreas de convivência.


A avenida terá iluminação em LED e nova sinalização. Da Ponta D´Areia até o Parque Poliesportivo da Concha Acústica, a Visconde do Rio Branco terá novo calçamento, faixas exclusivas para ônibus e estações nos moldes da TransOceânica. A via também receberá novo paisagismo assinado pelo escritório de arquitetura Burle Marx.

Pista de atletismo da UFF


Niterói terá mais um equipamento esportivo relevante e de padrão internacional no Centro da cidade. A Prefeitura está investindo na recuperação da pista de atletismo da Universidade Federal Fluminense (UFF), localizada ao lado do Parque Poliesportivo da Concha Acústica. A pista poderá ser sede de campeonatos nacionais e internacionais a partir de 2024.


A pista será um equipamento municipal para atletas, para a comunidade acadêmica e para a sociedade civil e segue normas internacionais de competição. A obra está sendo realizada pela Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (Emusa).


Já foram concluídas a nova arquibancada, a drenagem e a revitalização do campo de futebol. Os vestiários estão em fase de acabamento. A construção das áreas de salto em distância, salto com vara, salto triplo e salto em altura estão em andamento. O entorno do campo terá pistas retas, de 100 metros, e ovais, de 400 metros. A pista de caminhada também passa por reforma.


De acordo com o reitor da UFF, Antonio Claudio da Nóbrega, a universidade tem uma estrutura aberta para a sociedade.


“A Prefeitura vem dando todo o suporte para que esse equipamento não seja só uma pista, mas um aparelho e uma estrutura de apoio. Temos o conceito e uma visão de universidade aberta com fluxo da sociedade, com uso para Niterói e para o Brasil. É assim que tem que ser. É a sociedade que financia a universidade e temos que estar disponíveis”, afirmou o reitor da UFF.


Entre outras intervenções no Centro de Niterói, estão previstas a revitalização da Praça Arariboia e a requalificação da Avenida Amaral Peixoto.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Comentários


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page