Após pedido de Tite, Brasil x Argentina é cancelado


Vinícius Jr ultrapassa dois argentinos (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Agora é oficial: não haverá mais reposição da partida Brasil x Argentina, válida pelas Eliminatórias da Copa do Catar, que há 11 meses foi interrompida por questões sanitárias relacionadas à covid-19. Em nota oficial, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) publicada na manhã desta terça-feira (16), disse que a data – o jogo seria repetido no próximo dia 22 de setembro – será aproveitada para a realização de um amistoso preparatório da seleção brasileira antes da Copa do Mundo do Catar.


De acordo com a entidade, o cancelamento da partida pela Fifa foi possível após a resolução do processo disciplinar perante à Corte Arbitral do Esporte (CAS). Tanto a CBF, quanto a Associação de Futebol Argentino (AFA) “assumiram suas respectivas responsabilidades pelos eventos que levaram ao abandono da partida”.


A CBF foi condenada a pagar multa de 300 mil francos suíços (o equivalente a R$ 1,6 milhão), sendo que 25% do valor deve ser doado pela entidade à Organização Mundial da Saúde (OMS) em apoio a medidas de combate à covid-19. Já a AFA recebeu multa de 150 mil francos (R$ 812 mil).


Na última quinta (11), a CBF já solicitara o cancelamento do clássico sul-americano, após acordo proposto pela Fifa e AFA, e motivada por pedido do técnico Tite. Para a comissão técnica da seleção, haveria prejuízo à preparação física dos jogadores, ainda com riscos de lesões e suspensões.


A seleção brasileira estreia na Copa contra a Sérvia no dia 24 de novembro, pela chave G (que inclui ainda Suíça e Camarões). Já os argentinos entram em campo dois dias antes, contra a Arábia Saudita, pelo pelo Grupo C (que conta também com México e Polônia).

300x250_QuatroRodas.gif
728x90_PorqueArCondicionado.gif
Toda Palavra 076 - p 4-5.jpg

Leia a versão digital da edição impressa do TP