Após vitória no Arizona, China cumprimenta Biden e Harris


(Reprodução)

Com a vitória do candidato democrata confirmada também no estado do Arizona, tradicional reduto dos republicanos, o Ministério das Relações Exteriores da China parabenizou oficialmente nesta sexta-feira (13) o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, e a vice-presidente eleita do país, Kamala Harris, pela vitória na eleição presidencial norte-americana de 3 de novembro, cujo resultado o atual presidente dos EUA, Donald Trump, se recusa a reconhecer e segue defendendo a tese de que o pleito foi fraudado, sem apresentar ao menos uma prova disso.

"Respeitamos a escolha do povo americano. Ampliamos as congratulações ao senhor Biden e à senhora Harris", disse o porta-voz do ministério chinês Wang Wenbin em uma entrevista coletiva de rotina.

"Entendemos que os resultado da eleição norte-americana será determinado de acordo com as leis e procedimento norte-americanos", acrescentou.

Nesta sexta, as redes de televisão NBC, CBS, ABC e CNN anunciaram a vitória de Joe Biden no tradicional reduto eleitoral dos republicanos, o Arizona, o que irritou ainda mais Donald Trump. Biden teve 11 mil votos a mais que Trump e ainda somou 11 votos no Colégio Eleitoral, alcançando a marca de 290 delegados contra 213 de Trump. A última vez que um democrata venceu no Arizona foi em 1996 com Bill Clinton.

Agora só faltam Rússia e Coreia do Norte, além do Brasil de Bolsonaro, reconhecerem a vitória de Joe Biden.

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

1/3
300x250px - para veicular a partir do di
Leia também: