Artistas convocam para ato 'Fora Bolsonaro' neste sábado


(Divulgação/CUT Rio)

Um vídeo com depoimentos de artistas e personalidades e vários outdoors espalhados em diversos cantos do Rio e do interior do estado convocam a população a ocupar as ruas neste sábado (2) pelo #ForaBolsonaro, contra a miséria e a fome e em defesa da vida e dos direitos dos trabalhadores. Iniciativas como essa estão ocorrendo em muitos outros pontos do país, Atos estão confirmados em ao menos 207 cidades do Brasil e do exterior, segundo os organizadores.

No vídeo (veja no final da matéria), atores como Paulo Betti, Cristina Pereira e Nando Cunha, Osmar Prado e Lucélia Santos, a jurista Carol Pronner e o filósofo Leonardo Boff pedem o impeachment do presidente e denunciam a incapacidade de Bolsonaro de o Brasil em um país melhor para todos os brasileiros.

Paulo Betti diz que "Bolsonaro precisa ser freado em sua fúria”.

Nando Cunha afirma que Jair Bolsonaro “não tem capacidade para gerir um boteco”.

O #ForaBolsonaro é “por destruir a educação e a cultura. Por negar a ciência”, diz Cristina Pereira.

“Não se trata de esquerda versus direita. Se trata de democracia versus barbárie. Vida versus morte”, diz mensagem do cantor Tico Santo Cruz.

Boff destaca que "Bolsonaro ama mais a morte do que a vida", e acrescenta: "Viva a vida, fora Bolsonaro".

Na esteira das manifestações contra Bolsonaro, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, também convocou a população para marcar presença nos atos marcados para sábado. (Vídeo no final da matéria)

Pesquisas

As manifestações deste sábado ocorrem num cenário de crise, em meio à disparada dos preços dos alimentos, dos combustíveis e da conta de luz e a alta da inflação, que chega a dois dígitos (10,05%, pelo IPCA-15), com recrudescimento da miséria e da fome no país.

Ocorrem também num momento em que todas as pesquisas apontam para rejeição do povo brasileiro ao presidente Bolsonaro nas eleições de 2022.

Pesquisa Ipespe divulgada nesta quinta-feira (30), aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem 43% das intenções de voto contra 28% de Bolsonaro.

Nas simulações de segundo turno, o ex-presidente venceria todos os possíveis adversários: Jair Bolsonaro (50% a 31%), Sérgio Moro (53% a 34%), Ciro Gomes (49% a 30%), Eduardo Leite (49% a 21%) e João Doria (50% a 24%).

Segundo o último levantamento do Datafolha, realizado entre 13 e 15 de setembro, Jair Bolsonaro não teria votos, de forma alguma, de 59% dos eleitores brasileiros. Lula se mantém com 38% de rejeição.


Veja também o vídeo de Carlos Lupi, presidente nacional do PDT.



Com informações da CUT Rio

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif