top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Assessor tentou trazer joias da Arábia via 'nada a declarar'


(Reprodução e Isac Nóbrega/PR)

Funcionário da Receita Federal relatou nesta segunda-feira (6) que o assessor do ex-ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque tentou esconder as joias, supostos "presentes" do governo da Arábia Saudita para a então primeira-dama Michele Bolsonaro, ao escolher a via "nada a declarar" na alfândega do Aeroporto Internacional de São Paulo.


Avaliadas em R$ 16,5 milhões, as joias de diamantes sauditas são uma peça ainda mais valiosa para a Polícia Federal (PF) que investiga o escândalo envolvendo o governo de Jair Bolsonaro.


De acordo com o G1, um funcionário da Receita Federal declarou durante uma reunião entre representantes do Ministério Público Federal em Guarulhos, da Polícia Federal e da Receita Federal, na cidade da Grande São Paulo, que o assessor do ex-ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque tentou esconder as joias, supostos presentes do governo da Arábia Saudita para a então primeira-dama Michelle Bolsonaro, ao escolher a via "nada a declarar" na alfândega do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos.


De acordo com as fontes do jornal, foi uma surpresa para a Receita o fato de o então ministro Bento Albuquerque ter deixado de informar que levava presentes a Bolsonaro, já que, na ocasião, o ex-ministro teria sido informado da necessidade da declaração, uma vez que no Brasil qualquer peça com valor acima de R$ 5 mil tem que ser declarada.


A PF aguarda a chegada de documentos da Receita para instaurar o inquérito policial, que deve ser aberto já nas próximas horas. A investigação deve ficar sob a responsabilidade da Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários.

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page