Ataques russos causaram 137 mortes, dizem ucranianos


Posições ucranianas atacadas pelas forças russas no primeiro dia de guerra / The Kyiv Independent

Forças russas matam 137 ucranianos no primeiro dia de ataque à Ucrânia, informou no início da noite desta quinta-feira, 24, a agência britânica de jornalistas independentes The Kyiv Independent. O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse que 10 dos ucranianos mortos eram oficiais militares, enquanto 316 pessoas ficaram feridas.

A principal medida defensiva da Ucrânia nesse primeiro dia de conflito foi o aúncio de uma mobilização geral. Volodymyr Zelensky assinou um decreto que ordena a mobilização de todos os recrutas e reservistas em todas as regiões ucranianas.

Os ucranianos foram dormir sobressaltados, na certeza de que novos ataques russos aconteceriam nas primeiras horas da madrugada desta sexta-feira, 25. A capital Kiev seria um dos alvos principais. Outras cidades ucranianas ameaçadas seriam Sumy, Chernihiv, Kherson, Zhytomyr, Kiev e Kharkiv, segundo informações do parlamento ucraniano.

As estações de metrô de Kiev foram tomadas desde o início da noite por multidões que deixaram suas casas e procuraram abrigo nas instalações subterrâneas, temendo bombardeios russos sobre a cidade.


Moradores de Kiev ocuparam estações do metrô com medo de bombardeios / The Kyiv Independent


Sabotadores russos teriam entrado em Kiev, alertou Zelensky. O presidente pediu aos moradores da capital que estejam muito atentos e cumpram o toque de recolher, acrescentando que ele permanecerá no distrito governamental com todos que forem necessários para o funcionamento do estado.


Rússia destrói 74 alvos

Em resultado de ataques russos foram desativadas 74 instalações terrestres da infraestrutura militar ucraniana, incluindo 11 aeródromos da Força Aérea, três postos de comando, uma base naval e 18 estações de radar dos sistemas de defesa antiaérea S-300 e Buk-M1, informou ministério russo pela agência de notícias Sputnik.

Um helicóptero militar ucraniano e quatro drones de ataque Bayraktar TB-2 teriam sido derrubados nos ataques à Ucrânia, segundo o o representante do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov. A Sputnik informou também que as tropas da República Popular de Donetsk (RPD), que realizam operações na direção da povoação de Volnovakha, avançaram em uma distância de 7 km.

O Ministério da Defesa da Rússia informou que um avião russo de ataque ao solo Su-25 teve um acidente no âmbito da operação de desmilitarização da Ucrânia.

"Na Força Aeroespacial da Rússia, em resultado de erro de pilotagem, ocorreu um acidente com um avião de ataque ao solo Su-25. O pilotou se ejetou com êxito e já está na base militar", disse o porta-voz da Defesa russa sem especificar o local exato da ocorrência.

300x250px.gif
728x90px.gif