top of page

Atos nos estados pedem a condenação de Bolsonaro


(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

A Frente Povo Sem Medo fez na manhã desta quinta-feira (22), em São Paulo, uma ação simbólica em frente ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para chamar a atenção da população para a importância do processo de julgamento do ex-presidente Jair Bolsonaro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília. O julgamento começou nesta quinta-feira e e pode deixar Bolsonaro inelegível por oito anos.


A ação - impetrada pelo PDT - acusa Bolsonaro de abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação, devido uma reunião com embaixadores, em julho de 2022, no Palácio do Alvorada, onde o ex-presidente fez ataques às urnas eletrônicas e ao sistema eleitoral.


Prisão e inelegibilidade

O ato desta quinta-feira foi realizado em diversos estados do país pedindo a não anistia no processo e, além da inelegibilidade, a prisão do ex-presidente pelos crimes cometidos contra a democracia e o povo.


“Foi uma forma de dar voz à sociedade que estava aguardando pelo dia histórico que é hoje. Hoje se inicia um novo ciclo de justiça no país, uma vez que tivemos um ex-presidente irresponsável, que não olhou para a população que mais necessitava de ajuda, que deixou o povo morrer de fome, de covid e que não teve preocupação com o nosso meio ambiente. Estamos esperando que hoje seja feita justiça, que ele possa ser responsabilizado também por outros crimes que cometeu”, disse a presidenta do diretório municipal do PSOL/SP e da coordenação nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), Débora Lima.


Bolsonaro 'inelegível dia 22'

Termos como "Bolsonaro Inelegível", "Grande Dia" e "É hoje" viralizaram entre os assuntos mais comentados nas redes sociais na manhã desta quinta-feira, dia em que o ex-presidente começa responder pelo processo que pode torná-lo inelegível pelos próximos oito anos.


De acordo com o G1, políticos de esquerda, como os deputados federais Guilherme Boulos (PSOL-SP), Jandira Feghali (PCdoB) e Sâmia Bonfim (PSOL-SP), criaram memes para comemorar possível inelegibilidade de Jair Bolsonaro (PL).


Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page