top of page
banner niteroi carnaval 780x90px 16 02 24.jpg

Baleado em confronto com a PM perdeu a mão ao jogar granada


Foto: Reprodução

O criminoso Marcos Patrick da Silva Aquino, mais conhecido como "Tiquinho", ou "Putão", de 32 anos permanece internado depois de ter sido baleado durante uma operação da Polícia Militar, na última terça-feira (18/4). O estado de saúde é considerado estável. Apontado como chefe do tráfico de drogas do Complexo da Viradouro, em Niterói, ele é um dos traficantes mais procurados na cidade.


De acordo com o 12º BPM, responsável pela operação que levou o criminoso à prisão, a ação foi montada após a PM receber informações de que Putão estaria com mais dois criminosos próximo da cabine de ocupação permanente da polícia, na Viradouro, e que pretendiam atacá-la. Chegando ao local, os militares localizaram os bandidos. Houve troca de tiros, que terminou com o chefe do tráfico baleado. Logo após, outros dois acusados foram presos com drogas e uma pistola.


O Portal dos Procurados, ligado ao Disque-Denúncia, oferecia a quantia de R$ 1 mil a quem tivesse informações que levassem a prisão do chefe do tráfico do Viradouro. Essa não é a primeira vez que "Putão" planeja um ataque a equipes da Polícia Militar. Em 2015, ele foi preso ao tentar jogar uma granada contra policiais do 12ºBPM (Niterói). Na ocasião, ele ficou gravemente ferido e perdeu a mão.


Putão também chegou a ser identificado como um dos envolvidos a um ataque criminoso à sede da 77ª DP (Icaraí), do dia 31 de agosto de 2019. Atualmente, existiam dois mandados de prisão em aberto pelo crime de tráfico de drogas contra "Putão". Ele é apontado como o chefão do tráfico do conjunto de favelas da Viradouro e estava foragido da Justiça desde outubro de 2017.

Chamada Sons da Rússia5.jpg
banner niteroi carnaval 300x250px 16 02 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page