728x90_2.gif

Banco do Brasil fecha sem motivo em Niterói


Cliente eram barrados na porta da agência

A maior agência do Banco do Brasil em Niterói, na Avenida Amaral Peixoto, fechou ontem suas portas ao público, baseada no decreto de sábado do prefeito Rodrigo Neves - cujas cópias foram afixadas nas portas do estabelecimento -, que impôs o fechamento do comércio na cidade, ressalvando apenas algumas atividades, como farmácias e supermercados. A agência 0072 do BB foi a única que não funcionou no centro financeiro da cidade. Outros bancos, como Bradesco e Caixa Econômica Federal, tiveram atividade normal, apesar da baixa frequência de clientes.


A alegação era o decreto voltado para o comércio

Apenas os caixas eletrônicos do Banco do Brasil estavam disponíveis para uso dos correntistas. Clientes que desejavam acessar a agência, que fica no segundo pavimento, eram impedidos por funcionários e seguranças. A reportagem do TODA PALAVRA também foi barrada ao tentar subir para entrevistar o gerente e questioná-lo sobre a razão do fechamento da agência, já que o decreto municipal fazia referência apenas a estabelecimentos comerciais e não bancários.

Segundo fontes ouvidas pelo jornal, o fechamento dos bancos é, de fato, uma medida que está sendo cogitada pelo prefeito Rodrigo Neves, que ontem mesmo discutiu o assunto com o procurador-geral do município, Carlos Raposo. Decisão semelhante já foi tomada pelo prefeito do Rio Marcelo Crivella, mas até ontem não havia qualquer determinação por parte da prefeitura quanto a restrições ao funcionamento dos bancos.

1/3